Indústria 4.0 by TOTVS

12 principais respostas sobre a transição para a Indústria 4.0

A Indústria 4.0 traz consigo uma série de dúvidas. Afinal, essa é uma transformação significativa na maneira como produzimos e consumimos.

Veja, a seguir, 12 dúvidas comuns sobre esse novo momento e suas respectivas respostas.

1 – Como a Indústria 4.0 funciona?

A Indústria 4.0 reúne uma série de tecnologias avançadas para tornar a produção mais flexível, inteligente e autônoma. Apesar de a automação não ser tão nova para a manufatura, a Indústria 4.0 agrega novos sistemas que levarão essa atividade a outro nível. Com isso, será possível produzir de forma muito mais rápida e barata, além de personalizar e variar a produção.

A automação nesta próxima etapa pode aparecer em diferentes partes do processo, como segurança, logística e inspeções. Assim, as próprias máquinas poderão detectar falhas no processo e tomar medidas preventivas para evitar perdas e paradas repentinas.

2 – Como superar barreiras para a implementação?

Em qualquer mudança, especialmente as tecnológicas, a implementação apresenta algumas barreiras para a implementação. No caso da Indústria 4.0, podemos citar a mudança de cultura organizacional, processos e, inclusive, investimentos.

Um dos grandes segredos para superar essas barreiras é contar com as pessoas certas – e quando falamos de tecnologias novas, isso pode ser altamente desafiador.

A mudança, portanto, deve começar de dentro da empresa. Investir em qualificação e, principalmente, construir um projeto sólido de adoção desse novo modelo faz toda a diferença. Assim, é possível abraçar a mudança realizando os investimentos certos.

3 – Como a Inteligência Artificial melhora resultados em processos produtivos e de vendas?

A Inteligência Artificial dá condições para uma máquina tomar decisões autônomas durante o processo produtivo, diferentemente de um robô que trabalha a partir de parâmetros estabelecidos. Isso só acontece porque é ampliada a capacidade de análise e a velocidade de tomada de decisões diante de um volume crescente de informações geradas por indústrias de diversos segmentos.

As indústrias também têm que se preocupar em cuidar de cada cliente, para garantir a sua fidelidade, e identificar os que estão em risco de evasão são grandes desafios encontrados no dia a dia. O diferencial da IA está em conseguir prever comportamentos, para tomar ações estratégicas antes que eles deixem de comprar com a sua indústria, evitando o temido churn rate.

Conheça o Diagnóstico de Vendas, uma aplicação da Carol, solução própria de Inteligência Artificial da TOTVS.

4 – Quanto custa adotar a Indústria 4.0?

O custo de um projeto do tipo depende de vários fatores, como a quantidade de máquinas a serem conectadas e os softwares necessários para o funcionamento do processo.

Vale dizer, no entanto, que a difusão dessas tecnologias tem feito com que o custo venha caindo nos últimos anos. Portanto, adotar esse novo cenário não é algo restrito apenas à grandes empresas.

5 – Quais os maiores riscos da Indústria 4.0?

A Indústria 4.0 trata de conectividade e digitalização. Por isso, é preciso tomar muito cuidado com a coleta, organização e, principalmente, com a segurança de dados.

Antes de colocar o projeto em prática, tenha em mente fatores como a gestão dos dados, e o que poderia acontecer se o seu volume dobrasse ou triplicasse.

Ainda assim, como esta é uma transformação que não vai deixar de acontecer, o grande risco, mesmo, está em ficar de fora da Indústria 4.0.

6 – Como a Indústria 4.0 ajuda um negócio a crescer?

As soluções da Indústria 4.0 visam melhorar a eficiência, qualidade e os processos operacionais.

De acordo com um relatório do Banco de Desenvolvimento do Canadá, lançado em 2017, 60% das empresas que adotaram as tecnologias aumentaram sua produtividade. Além disso, 50% delas reduziram custos e 42% aumentaram a qualidade dos produtos.

Assim, a Indústria 4.0 é uma maneira para fazer mais, em menos tempo, e com poucos recursos.

7 – O que são Cyber-Physical Systems (CPS)?

Esse é um termo bastante recorrente quando o assunto é Indústria 4.0. Cyber-Physical Systems são os sistemas que permitem integrar as tecnologias, computadores e redes com os processos físicos. Dessa forma, é possível criar um ambiente inteligente, em que objetos conversam entre si e tomam ações.

8 – O que muda com a Indústria 4.0?

Apesar de muitas fábricas já serem automatizadas, a Indústria 4.0 traz o conceito de conectividade. Tenha em mente que, com a transformação, todos os equipamentos e máquinas são convertidos em uma rede.

Com isso, a Indústria 4.0 trabalha de forma autônoma e baseada em dados. A manutenção preditiva, por exemplo, se torna possível, e ajuda a diminuir os custos e os riscos de produção.

9 – Como uma empresa pode obter sucesso com a Indústria 4.0?

Independentemente das tecnologias que serão adotadas ou da prioridade, a mudança deve seguir alguns princípios importantes.

O primeiro deles é manter o foco no consumidor e no que ele enxerga como valor. Depois, é fundamental estabelecer um cronograma, um plano de ações e o investimento disponível.

Então, os colaboradores devem entender a importância da mudança e adotá-la, tendo participação ativa no processo. Por fim, é vital oferecer treinamentos à equipe e acompanhar os resultados para realizar melhorias.

10 – A Indústria 4.0 vai causar demissões em massa?

Ao longo das décadas, já passamos por diversas transformações tão ou mais impactantes do que a Indústria 4.0 – por isso, essa é uma questão de adaptação.

É importante dizer que o que vai acontecer será uma alocação de talentos, e é por essa razão que o engajamento e o treinamento dos colaboradores são essenciais.

Além disso, a Indústria 4.0 não é algo que vai acontecer da noite para o dia. Dessa forma, há uma curva de mudanças e de aprendizados que ainda vivenciaremos.

11 – Como os dados vão gerar tanto valor?

Lembre-se de que uma das bases da Indústria 4.0 são os dados. Ainda assim, coletar dados só por coletar não gera nenhum tipo de valor para o negócio. Por isso, é preciso desenvolver a habilidade de olhar para as informações certas e transformá-las em inteligência, para que a tomada de decisões se torne mais ágil e eficaz.

12 – Qual a diferença entre Indústria 4.0 e IoT?

A Internet das Coisas, ou IoT, visa conectar “coisas” por meio de redes que conversem entre si. Assim, todas essas “coisas” podem atuar de forma independente e sem a necessidade da interação humana.

A Indústria 4.0, por outro lado, está mais focada na manufatura. Com isso, a IoT é uma das tecnologias que podem ser adotadas para atingir um patamar de alta produtividade.

E a sua indústria, está preparada para esse novo momento? Ficou com alguma dúvida que não foi respondida? Escreva pra gente pelos comentários e até a próxima.

Totvs_voz da industria

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *