Gestão

4 ações ajudam a reduzir o consumo de água na indústria metalmecânica; confira

O Brasil ainda conta com uma boa capacidade hídrica. Afinal, grande parte da maior reserva subterrânea de água doce do mundo está por aqui. Apesar disso, à medida que a população cresce, o consumo desse recurso também aumenta.

Algumas regiões do País vivem crises de abastecimento há anos ou sofreram recentemente com a escassez de seus reservatórios, como é o caso do sertão nordestino e de São Paulo, respectivamente. Diante disso, a preocupação com o uso eficiente da água vem ocupando um lugar cada vez mais de destaque nas estratégias competitivas das indústrias.

“Reduzir o consumo de água ajuda a diminuir, também, a exposição das indústrias ao risco eminente da sua finitude e ao racionamento feito pelo Estado. Além disso, torna o processo produtivo mais eficiente e também gera uma contribuição para a sociedade, pois aquela água que não está sendo captada pela indústria estará disponível para qualquer outro usuário ou para o meio ambiente”, explica Percy Soares, coordenador da Rede de Recursos Hídricos da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Normalmente, na indústria, a água é utilizada para refrigeração de instalações e equipamentos, limpeza e preparação de produtos, arrefecimento, aplicação de tinta e corantes em produtos, entre outros processos.

A viabilidade técnica e tecnológica para reduzir o consumo de água, ou mesmo substituí-la, não é o problema. “O maior desafio para a indústria, no entanto, é a viabilidade econômica desse investimento, podendo variar em função da região ou do nível de escassez de água”, afirma o especialista da CNI.

Conheça, a seguir, as principais ações que podem ajudar as indústrias no desafio de reduzir o consumo de água.

1- Mapeamento do uso da água

Antes de qualquer investimento, é fundamental que seja feito um levantamento sobre o consumo da água na indústria. Para isso, é necessário contar com mão de obra qualificada para fazer a manutenção dos equipamentos e o monitoramento do uso do recurso.

A instalação de medidores de pressão e de fluxo de água, por exemplo, pode ajudar a identificar eventuais vazamentos em tubos, juntas e válvulas. A partir desse estudo, é possível identificar pontos de perda, boas práticas de redução de consumo e possíveis fontes alternativas de água.

Existem no mercado vários equipamentos e tecnologias que reduzem significativamente o uso da água no âmbito industrial. A simples instalação de torneiras com arejadores, que têm a função de misturar ar à água, diminuindo o fluxo, mas mantendo a sensação de volume, pode reduzir o consumo de água em até 80%.

É importante, ainda, estipular metas para a redução do consumo e criar uma cultura entre os colaboradores sobre a importância da economia. Uma dica é criar premiações para aqueles que sugerirem soluções inovadoras para reduzir o consumo de água na empresa.

2 – Soluções a gás 

Conhecido popularmente como “gelo seco”, o dióxido de carbono pode ser um substituto da água na limpeza de máquinas e equipamentos industriais. O jateamento com gelo seco, por exemplo, é um processo eficiente e viável para remoção de tintas, óleos, graxas, poeiras, entre outras substâncias.

Além de não deixar resíduo, o processo de limpeza não é abrasivo e nem conduz eletricidade. A solução reduz o consumo de água e também pode facilitar a logística da operação, evitando a necessidade de desmontar maquinários inteiros para que a limpeza seja feita.

No segmento da construção, o nitrogênio pode ser uma solução criogênica para acelerar o processo de resfriamento do concreto, evitando rachaduras e outros tipos de fissuras em grandes obras. Na forma convencional, o resfriamento aconteceria mediante o uso de gelo, o que demanda tempo, necessidade de aplicação manual e grande desperdício de água.

3 – Reuso da água

É incorreto acreditar que todos os processos industriais exigem o uso de água potável. Sempre que possível, a água não potável pode e deve ser utilizada na indústria, como no sistema de combate a incêndios ou no ajuste de pH, por exemplo. A captação da água da chuva também é uma forma de reaproveitar o recurso.

Além disso, é necessário adotar medidas para que a água seja aproveitada mais de uma vez em diferentes processos industriais. De acordo com a CNI, setores como o siderúrgico, automobilístico e de máquinas e equipamentos já reutilizam mais de 90% da água que consomem.

A instalação de torres de refrigeração para a reciclagem, com um circuito de refrigeração eficiente, também pode economizar até 25% do consumo total.

4 – Tratamento de água

É de praxe que a indústria devolva para a natureza a maior parte da água que consome. Para isso, é necessário que exista um sistema de tratamento eficiente antes do descarte. Alguns setores conseguem devolver para o ambiente a água mais limpa do que quando retiraram dos mananciais. O dióxido de carbono, por exemplo, tem se tornado uma solução ecológica para o tratamento da água e de efluentes, como alternativa aos ácidos minerais, substituindo produtos químicos utilizados na redução de pH, com maior precisão e sem impactar o meio ambiente.

Na forma de gás industrial, o oxigênio pode substituir o ar no tanque de aeração para maximizar a capacidade de tratamento da água, reduzindo as emissões de COVs (compostos orgânicos voláteis), odor e a espuma. Em caso de mau tempo, falta de energia, carga excessiva, vazamentos e manutenção de plantas, o oxigênio pode ser uma solução emergencial para aeração temporária e até a solução do problema.

O oxigênio também pode ser usado como gás para gerar ozônio e promover a desinfecção da água. Com ele, é possível evitar os resíduos químicos e, ao mesmo tempo, controlar o crescimento de micróbios indesejáveis em sua operação.

Quer saber mais sobre como reduzir o consumo de água na indústria metalmecânica através de soluções em gás e tecnologias?  Continue acompanhando nosso canal de conteúdo e até a próxima!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *