Indústria 4.0 by TOTVS

Como é a aplicação da Inteligência Artificial na indústria?

Veja como a Inteligência Artificial, um dos pilares da Indústria 4.0, colabora para tornar as empresas mais produtivas e lucrativas

A Inteligência Artificial permite que os robôs aprendam com as atividades realizadas e, assim, aprimorem as suas habilidades. Essa é uma das bases fundamentais da Indústria 4.0, afinal, vai colaborar para tornar as fábricas mais autônomas e produtivas.

Quer entender melhor como a Inteligência Artificial pode ser usada a favor dos negócios? Então, veja como essa tecnologia está revolucionando a indústria!

Entenda como funciona a Inteligência Artificial

“A Inteligência Artificial é a combinação de várias tecnologias, que permitem que as máquinas percebam, compreendam, atuem e aprendam por conta própria ou complementem as atividades humanas”, explica Tiago Pereira, CEO da Data Science Academy.

Por meio da Inteligência Artificial, a produção industrial tem se tornado mais rápida e mais eficaz em comparação ao trabalho humano. Além disso, é possível que esses robôs realizem tarefas que uma pessoa não conseguiria, como é o caso de matérias-primas perigosas ou componentes microscópicos.

“Mas devemos estar atentos, pois, muitos desses robôs não são tão inteligentes assim. Eles até podem realizar tarefas de forma mais habilidosa, mas são programados de forma limitada. Se você precisar de algo mais, é necessário reprogramar. Portanto, não espere que o robô te surpreenda com algo inusitado”, alerta Tiago.

De acordo com o especialista, o uso dessa tecnologia está aumentando com a Indústria 4.0, e, à medida que a Inteligência Artificial evolui, seus custos diminuem.

“A implementação de algoritmos mais complexos de IA vem permitindo, também, às Indústrias avaliarem a aquisição de novas tecnologias, que permitem solucionar problemas e realizar a tomada de decisão de forma mais complexa e segura”, complementa.

Como a Inteligência Artificial colabora para a indústria?

De acordo com Jones Granatyr, IA Expert, a Inteligência Artificial traz 3 grandes vantagens para a indústria. “A primeira delas é a redução de erros, pois depois de treinados, algoritmos inteligentes conseguem desempenhar muito bem tarefas que são suscetíveis a erros em processos executados por humanos. Como algoritmos não são suscetíveis a fatores externos, dificilmente eles sofrerão consequências desses fatores”.

A segunda vantagem, de acordo com o especialista, está na redução de custos. “Várias lojas de comércio eletrônico ou bancos usam robôs para iniciar um atendimento com o cliente, sendo que o atendente humano só é chamado caso seja um problema mais complexo. Com isso, as empresas podem reduzir custos com funcionários ou, então, alocar os funcionários em áreas mais estratégicas, que possam aumentar o lucro e focar melhor no negócio da empresa”.

Com isso, chegamos à terceira grande vantagem da Inteligência Artificial na Indústria 4.0: o aumento de lucro. “Com menos erros e funcionários focados em processos mais importantes, a empresa terá mais tempo para pensar no negócio e deixar outras tarefas a cargo da IA”, acrescenta Granatyr.

Em quais áreas e processos a Inteligência Artificial pode ser aplicada?

Não se engane ao achar que a Inteligência Artificial está sendo adotada apenas em linhas de produção. Empresas dos mais diversos setores e portes já estão adotando tecnologias inteligentes que permitem automatizar e melhorar processos.

“Na agricultura, existem alguns protótipos de máquinas autônomas que conseguem fazer todo o processo de colheita sem intervenção humana, ou, ainda, sistemas automáticos para diagnóstico de doenças ou pragas em determinados tipos de plantações. A tendência é que aplicações nesse setor cresçam cada vez mais”, prevê Granatyr.

Pereira destaca, ainda, o uso da Inteligência Artificial no transporte. “Nos casos de estimativa de tempo de trânsito no trajeto ou sugestões de meios de transporte mais eficientes, com rotas alternativas, identificação de placas de trânsito, veículos autodirigíveis e com sensores“.

O especialista também chama atenção para a chamada “manufatura inteligente” (IoT industrial e IA), que está projetada para crescer visivelmente nos próximos 3 a 5 anos, de acordo com a TrendForce. “A empresa estima que o mercado global de manufatura inteligente superará US$ 200 bilhões este ano e aumentará para mais de US$ 320 bilhões até 2020. Da mesma forma, a Federação Internacional de Robótica estimou, até 2019, que o número de robôs industriais operacionais instalados nas fábricas crescerá para 2,6 milhões, do total de 1,6 milhão em 2015″.

No entanto, vale dizer que todas essas mudanças e benefícios não acontecerão da noite para o dia. Assim como toda a Indústria 4.0, esse é um processo contínuo e que está se aprimorando.

Inteligência Artificial na prática

Mesmo que o país ainda esteja começando nessa transição, já é possível ter acesso à Inteligência Artificial com tecnologias de ponta. Um exemplo disso é a solução da TOTVS, chamada de Carol, acessível para indústrias de todos os portes.

A Inteligência Artificial pode ser contratada por um plano de assinatura mensal, e funciona como um motor de análise de dados que capta o histórico de vendas da empresa num período de 10 anos. Com base nas informações, ela traça um perfil específico dos clientes e, assim, gera insights valiosos para aumentar o faturamento.

Com a Carol, o gestor consegue definir ações direcionadas para aumentar as vendas e evitar perdas. Para você ter uma ideia, em um caso real, essa Inteligência Artificial acertou 70% na indicação dos clientes que estavam em risco de evasão.

Ficou curioso e quer saber mais sobre como a solução ajudaria nos resultados da sua indústria? Então, acesse o nosso site e entre em contato! 

Totvs_voz da industria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *