Gestão, Inovação

Confira as vantagens da computação em nuvem para a indústria

Indústrias dos mais variados setores estão investindo cada vez mais em tecnologias como a computação em nuvem (cloud computing, em inglês) para transformar seus processos produtivos e conquistar vantagens competitivas no mercado. E não é para menos.

“O armazenamento em nuvem é a forma mais prática e elástica de armazenar, acessar e compartilhar informações e dados por meio da internet ou de redes internas. Dessa forma, além de econômica (ela evita a aquisição e o gerenciamento de uma infraestrutura própria), a nuvem permite alta segurança devido à distribuição e à redundância das informações que são armazenadas em um conjunto de recursos”, explica Raquel Dalastti, gerente de marketing e produtos da Locaweb. Além disso, o modelo é democrático, pois alcança desde micros e pequenos negócios até grandes indústrias.

A seguir, confira mais detalhes sobre a computação em nuvem e os benefícios que a sua utilização pode gerar no âmbito industrial.

Vantagens trazidas pela computação em nuvem

  • Recursos exclusivos: “Virtualmente, é possível definir quanto de recurso é alocado para cada usuário que está na nuvem. Dessa forma, garante-se que o recurso definido não seja compartilhado, sendo de uso exclusivo para armazenar informações ou hospedar aplicações”, esclarece Raquel.
  • Escalabilidade: “O limite de recursos de cada cliente é diretamente ligado ao tamanho do conjunto de servidores que sustenta a nuvem como um todo. Caso o usuário necessite de mais recursos, novos servidores serão alocados, assim como a capacidade também será aumentada. Dessa forma, o usuário consegue aumentar e reduzir o tamanho da sua nuvem de acordo com o seu uso e/ou criticidade”, afirma.
  • Redundância de dados: a nuvem conta com uma infraestrutura redundante, o que garante alta segurança para que as informações nunca sejam perdidas. Isso significa também que existirão backups dos dados em diferentes datacenters.

A Manufatura Avançada e a computação em nuvem

A computação em nuvem e a Manufatura Avançada (Indústria 4.0) caminham lado a lado, permitindo que diversos sistemas garantam a performance com total tranquilidade, disponibilidade, acessibilidade e economia de recursos.

De acordo com a especialista da Locaweb, a ligação entre a computação em nuvem e a chamada 4º Revolução Industrial está no melhor uso da tecnologia. Vabe aos gestores entender, cada vez mais, os benefícios e as vantagens que a nuvem, a Internet das Coisas e os sistemas ciberfísicos podem oferecer e como desmistificar seus desafios para facilitar sua implantação.

“É necessário abrir o leque e se questionar sempre sobre os atuais processos para conseguir torná-los cada vez mais bem-sucedidos, assim como manter os produtos competitivos. Vale lembrar da máxima que afirma que grandes empresas, normalmente, não caem por tomar decisões erradas, mas, sim, por fazer as mesmas coisas certas durante muito tempo. Por isso, precisamos, constantemente, tornar nossos processos mais eficientes e eficazes. Logo, a nuvem pode contribuir, principalmente, com a redução de riscos e a melhor utilização dos recursos. A redução de riscos porque a segurança que a nuvem oferece torna os processos mais confiáveis e estáveis. Já a melhor utilização dos recursos se dá pela escalabilidade (capacidade de expansão de um sistema sem perda do seu desempenho) que a nuvem nos proporciona, uma vez que se paga apenas pelo recurso que é utilizado, nem mais nem menos”, finaliza Raquel.

Você já conhecia os benefícios proporcionados pela computação em nuvem? Deixe o seu comentário abaixo e siga acompanhando o nosso canal de conteúdo.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *