• A Voz da Indústria is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

A Expomafe, Economia, Oportunidades

5 dados sobre a indústria de alimentos e bebidas – e o que esperar de 2019

Juntos, os setores de alimentos e bebidas representam aproximadamente 20% dos trabalhadores da indústria de transformação do Brasil. Trata-se de um mercado atrativo e com alto potencial de crescimento, principalmente diante do fato de a população nacional ser a quinta maior do mundo. Ou seja: gera necessidades e oportunidades de consumo e inovação.

Em meio à transição para a indústria 4.0, que atinge todos os setores industriais, o setor alimentício segue investindo em tecnologia e buscando novas formas de otimizar sua produção. Além disso, seu crescimento impacta áreas correlacionadas, gerando oportunidades para o agronegócio e mesmo para a indústria de embalagens.

“Alguns fatores condicionaram positivamente o desempenho do setor de alimentos nesse ano, como o saldo de emprego que ficou positivo em 0.5%, gerando novos postos de trabalho e indicando que as indústrias de alimentos estavam alinhadas com a expectativa de um novo ciclo de expansão.  Importante também destacar a força do setor, que registrou uma contribuição significativa na balança comercial brasileira, respondendo por 50,3% do saldo total”, declaro João Dornellas, presidente executivo da ABIA, em comunicado oficial.

Confira alguns dados importantes sobre a indústria de alimentos e bebidas no Brasil:

1. Faturamento

O faturamento combinado do setor alimentício representa 9,6% do total do PIB, com receita de R$656 bilhões. Eles também são responsáveis por 22% da indústria de transformação.

2. Crescimento

Mesmo diante da desaceleração econômica, a indústria de alimentos e bebidas mantém crescimento. Dessa forma, o segmento da indústria registrou alta de 2,08% no faturamento em 2018.

3. Agronegócio

A indústria de alimentos processa 58% de toda a produção agropecuária brasileira. Assim, a participação das aquisições de matérias-primas pela indústria de alimentos se mantém nos mesmos patamares, sendo Proteínas Animais 100%, seguido da Cadeia de Trigo e Cadeia do Arroz,95%.

4. Mercado interno

O consumo no mercado interno absorve cerca de 80% das vendas da indústria. Além disso, houve crescimento de 4.3%, somando-se as vendas no varejo e no segmento de alimentação fora do lar.

5. Mercado externo

O Brasil é o segundo maior exportador de alimentos industrializados do mundo e exportou para mais de 180 países, o que representou 19,3% do volume total de vendas. A China é o principal importador do Brasil, registrando um aumento de 37,6% no ano.

O que esperar de 2019

2019 traz como previsão principal a implementação das reformas previdenciária e tributária. Assim, a expectativa é de recuperação em todos os setores da economia. “Estamos otimistas em relação ao aquecimento do mercado esperado em 2019 e acreditamos que a indústria de alimentos terá um desempenho positivo com aumento de produção, vendas ao mercado interno e exportações”, comenta Wilson Mello, presidente do Conselho Diretor da ABIA, em comunicado oficial.

A indústria brasileira de alimentos trabalha com a perspectiva de aumento de 2,5% a 3% da produção física (volume), de 3% a 4% das vendas reais e cerca de US$ 40 bilhões nas exportações. Dessa forma, como consequência da expectativa positiva, empregos (diretos e formais) podem crescer entre 2% e 3%.

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece na indústria? Cadastre-se para a EXPOMAFE e veja de perto as novidades do setor de máquinas-ferramenta no principal evento do setor na América Latina! Clique e faça o cadastro gratuito:  

Cadastre-se na EXPOMAFE

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *