A Expomafe, Gestão, Inovação

Entenda a importância da tecnologia na competitividade da indústria

Não é de hoje que falamos por aqui que o impacto das novas tecnologias é extremamente benéfico para a competitividade da indústria por uma série de razões. Os avanços da área de manufatura têm tornado as empresas a  mais flexíveis em relação às constantes mudanças do mercado.

E de acordo com pesquisa nacional da Confederação Nacional da Indústria (CNI)  sobre a adoção de tecnologias digitais relacionadas à era da Manufatura Avançada, a indústria brasileira está começando a se familiarizar com a digitalização de suas plantas e a compreender como ela pode melhorar a competitividade.

No entanto, ainda existe muito desconhecimento sobre a importância da tecnologia, principalmente, entre as pequenas empresas. Em uma lista de dez opções de tecnologias, 57% delas não identificaram quais têm o maior potencial para impulsionar a competitividade da indústria.

Diantre desse cenário,  apresentamos 5 fatores que exemplificam a  importância da tecnologia para a competitividade industrial. Acompanhe.

Indústria customizável

Em um mercado volátil, com um ciclo de vida mais curto e maior complexidade de produtos, a indústria precisa encontrar tecnologias para tornar sua produção flexível, podendo atender às novas tendências de consumo e demandas dos  clientes.

Com a digitalização da indústria, as organizações podem reagir com mais rapidez para implementar novas configurações ou, até mesmo, reprojetar a produção de forma mais prática. O investimento na Manufatura Avançada (Indústria 4.0) até pode parecer grande, mas estima-se que o retorno seja no médio prazo, graças ao aumento da produtividade, melhoria da competitividade e exploração de novos mercados.

Produção inteligente

A Manufatura Avançada coloca o consumidor no centro de todas as atividades. Os consumidores de hoje têm exigido produtos cada vez mais complexos e exclusivos e, com a indústria digitalizada, é possível programar as máquinas para produzir lotes pequenos de produtos customizados e atender a demanda personalizada de seus clientes, sem que, para isso, haja um custo extra.

Além disso, “trazer o auxílio da tecnologia para a indústria ajuda a conquistar mais eficiência nos processos internos, redução drástica de erros e de retrabalho, além de   gerar inovação, uma vez que se torna possível realizar coisas que, sem o auxílio tecnológico, não se conseguiria”, assegura Ronaldo Alves, consultor do Sebrae-SP.

Novos modelos de negócios

Embora adicionar inteligência àlinha de produção possa resultar em uma grande economia de custos, as oportunidades criadas pela tecnologia vão além da mera otimização dos processos. Com melhores formas de projetar e criar as instalações de produção, desenha-se, também, a possibilidade de desenvolver novos produtos para atender às necessidades de novos clientes.

Além disso, as cadeias digitais também impulsionam o surgimento de novos modelos de negócio. Por exemplo:  uma fábrica inteligente pode compartilhar parte de sua capacidade produtiva ociosa para outra empresa, aproveitando de sua infraestrutura para gerar lucro.

Mão de obra capacitada

Com as máquinas cada vez mais inteligentes, o trabalho nas linhas de produção será enriquecido e humanizado, enquanto as antigas tarefas manuais simplesmente desaparecerão.

Os trabalhadores se tornarão mais capacitados, sendo alocados para tarefas de controle, manutenção e coordenação de projetos e equipamentos. Assim, eles adquirem um viés muito mais estratégico do que tinham em antigos trabalhos braçais, tornando-se recursos valiosos no processo de inovação da indústria nacional.

“Por outro lado, a empresa precisará de técnicos capazes de realizar as manutenções, os ajustes, as customizações e o desenvolvimento desses equipamentos”, avalia Alves.

Indústria sustentável

Os países começam a reconhecer os riscos da globalização. Os velhos modelos de industrialização têm gerado escassez de recursos e perda de empregos, criando  uma pressão para se produzir mais usando menos.

Dessa forma, gerar lucro e crescer precisa ser colocado em uma perspectiva de longo prazo, encontrando maneiras de lidar com as restrições de energia, os recursos e os impactos sociais e econômicos.

Com isso, a Manufatura Avançada surge como uma forma de produção inteligente e inovadora, ajudando a reduzir o consumo de energia, utilizando as plantas de forma mais eficiente e sustentando o negócio em completo equilíbrio com o meio ambiente e a sociedade.

E você, como vê a importância da tecnologia para o crescimento da indústria?   Conte pra gente no campo de comentários abaixo e até a próxima. 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *