A Voz da Indústria faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Ganhar competitividade para a indústria

4 formas de ganhar competitividade para sua indústria

Quer ganhar competitividade para o seu negócio? Confira 4 formas!

Nos próximos anos, será fundamental que o país encontre formas de lidar com desafios sistêmicos. Isso será indispensável para ganhar competitividade em um contexto global e retomar ao ciclo de crescimento econômico e social. Nesse contexto, empresários e gestores estão buscando formas de ganhar competitividade para a indústria e torná-la mais custo-eficiente, alinhada às novas demandas trazidas pela Indústria 4.0 e às mudanças impulsionadas pelo mercado. 

E o desafio é grande, conforme explica o professor Dr. Luis Guedes, da FIA (Fundação Instituto de Administração).

"A competitividade da indústria nacional é absolutamente fundamental se o Brasil quiser, de fato, vir para o século 21. Isso porque, em muitos casos, operamos como se estivéssemos ainda no século 20, baseados apenas no critério de eficiência. Isso é um perigo para a sobrevivência e sucesso das empresas", aponta o especialista.

4 formas de ganhar competitividade para a sua indústria 

Na hora de avaliar como vencer esse desafio e tornar sua empresa mais competitiva, uma série de ações podem ser executadas. Entre elas, estão:

1. Rever processos 

Em empresas de estrutura tão complexa quanto as indústrias, é possível que muitos processos não terem sido revistos desde sua implementação. Porém, custos, insumos, exigências, tecnologias e metas foram constantemente mudando. E o mesmo deve se dar com os processos administrativos e de chão de fábrica. Ou seja, é necessário fazer um mapeamento dos processos atuais para poder otimizá-los, modernizá-los e redesenhá-los, com base no novo cenário. Nesse sentido, Guedes identifica que a digitalização dos processos é algo crucial.

"Digitalizar os processos que integram desde compras, passando pelo processo produtivo e chegando até o relacionamento com os clientes ajuda potencialmente a elevar a competitividade da indústria", avalia o especialista.

2. Identificar e corrigir gargalos 

Durante o estágio de mapeamento e redesenho de processos para ganhar competitividade para a sua indústria, você já deverá detectar gaps e gargalos que estejam reduzindo sua capacidade produtiva e gerando problemas como atrasos, paradas excessivas e desperdícios.

A partir disso, você poderá corrigir tais questões e realizar mudanças para gerar ganhos de produtividade e diferenciais importantes para sua indústria.

3. Inovar

Inovar é uma das premissas fundamentais para nossa indústria vencer a crise e ganhar competitividade. Aqui, é importante lembrar de que essa inovação passa não apenas por adoção tecnológica, como também por abordagens laborais, uso dos equipamentos e recursos disponíveis, métodos produtivos, etc. 

Para o especialista da FIA, é possível fazer isso também estando mais integrado à cadeia produtiva, elevando o relacionamento com os públicos de interesse a um novo patamar e ficando de olho nos movimentos e nas tendências do mercado.

"A competitividade do século 21 presume a integração da indústria com sua cadeia produtiva, a capacidade de olhar para fora e entender o que está acontecendo e de estabelecer relações sólidas com todos os stakeholders", resume.

4. Ter um RH mais estratégico

Por mais que com a Indústria 4.0 a tecnologia assuma um foco, o capital humano é e continuará sendo fator decisivo para o sucesso do negócio e a competitividade para a sua indústria.

Por isso, o setor de RH deverá estar cada vez mais em evidência, assumindo um papel estratégico nas indústrias, indo bem além de organizar tarefas operacionais como folha de pagamento e realmente atuando em prol de um capital humano preparado, criativo, engajado e produtivo, que contribua ativamente para os resultados da organização.

"O RH nunca foi tão relevante quanto agora para os resultados das empresas. Um RH mais estratégico, que consiga detectar no mercado os melhores talentos, engajá-los, qualificá-los e retê-los na indústria é crucial para o ganho de competitividade do negócio", finaliza Guedes.

Para encontrar mais formas de ganhar competitividade para a sua indústria, confira também o material que preparamos apresentando como a renovação do parque fabril aumenta a competitividade.

TAG: Economia
Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar