A Voz da Indústria faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Entenda como usar amortecedores de impacto na sua indústria

Entenda como usar amortecedores de impacto na sua industria.png
Amortecedores de impacto são fundamentais para indústrias. Eles reduzem o impacto, as vibrações e os ruídos de diversas máquinas e equipamentos

No ambiente industrial, os amortecedores de impacto são dispositivos que promovem uma desaceleração controlada e segura de objetos em movimento, minimizando os impactos e evitando que diversas máquinas vibrem de forma excessiva.

Os amortecedores de impacto representam uma ótima solução para que a indústria consiga promover a redução de impactos de suas máquinas e equipamentos, sempre de uma forma muito mais versátil, simples e econômica.

Por isso, é essencial entender como funcionam os sistemas de amortecimento, além das aplicações e características de bons amortecedores de impacto neste contexto.

Amortecimento das vibrações: Principal objetivo dos amortecedores de impacto

No ambiente industrial, um dos fatores que mais contribuem com a redução da vida útil dos equipamentos e bem-estar de colaboradores relaciona-se ao excesso de vibrações e ruídos de máquinas e equipamentos.

Neste sentido, Edvaldo Ribeiro, Técnico da Vibranihil, salienta que são diversos os motivos pelos quais uma indústria busca o amortecimento das vibrações de suas máquinas. 

“Quando os “geradores de vibração e impacto” são conectados diretamente a estrutura (parede, teto, piso), que são caminhos de conexão, levam vibração e ruído a outros equipamentos, a outros ambientes e às pessoas, ainda que longe da própria fonte geradora”.

Além disso, a vibração de um equipamento ou máquina, quando não isolado, propaga-se pela base, danificando as estruturas, reduzindo a vida útil do equipamento e prejudicando a saúde das pessoas e animais.

“A vibração gerada pelas máquinas e equipamentos pode gerar ruídos e é do conhecimento de todos que ruídos e vibrações, acima do limite suportado por nosso corpo, provoca stress, fadiga, perda auditiva, etc”, salienta Ribeiro.

Como solução, a adoção de um sistema de amortecimento bem dimensionado torna-se fundamental, protegendo o maquinário e ajudando a minimizar ou eliminar tais efeitos. “O uso de amortecedores de impacto visa a atenuação de todos estes problemas, além de proporcionar melhor qualidade de vida aos colaboradores. Com essas soluções, as condições de conforto, estabilidade e segurança são garantidas”, complementa. 

Além do mais, empreendimentos e instalações adequadamente isolados de ruídos e vibrações, além de mais seguros, são mais valorizados.

Funcionamento dos amortecedores de impacto na indústria

Os amortecedores de impacto são usados nas indústrias com o objetivo de fixar máquinas, tais como fresadoras, tornos, fresadoras, prensas, injetoras, entre outros, que em funcionamento geram esforços dinâmicos (vibrações) e vibrações.

Para impedir vibrações em excesso, o amortecimento vibratório dos equipamentos se realiza inserindo um elemento elástico (amortecedor), entre eles e a estrutura, de forma a reduzir a propagação das ondas de vibração e o ruído à sua volta. 

A elasticidade é a propriedade do amortecedor se deformar sob aplicação de uma carga de maneira reversível. Já o amortecimento é um esforço de frenagem do movimento, diminuindo a amplitude vibratória do equipamento ou estrutura.

Normalmente, os amortecedores de impacto trabalham de forma a dissipar as energias geradas pelo sistema e a sua eficácia é medida por transmissibilidade, que é a força transmitida pela máquina ao solo ou base.

Recomendações para escolher os amortecedores de impactos mais adequados

Existem alguns tipos de amortecedores de impactos a serem escolhidos pela indústria:

Amortecedores em molas helicoidais de aço (AME) – são aplicados em baixa frequência natural, de 3 e 5Hz, são recomendados para:

 - 3 Hz – menor frequência de perturbação, acima de 6.6 Hz (400 rpm)

 - 5 Hz – menor frequência de perturbação acima de 10 Hz (600 rpm)

Amortecedores elastoméricos, conhecidos como Coxim de Borracha CB, Isolador Metal Borracha IMB, com menor frequência de perturbação acima de 1700 rpm,

Linha de PADs de Borracha, com frequência natural de 7,8 a 22 Hz. São aplicados na desconexão de salas de máquinas, laboratórios, desconexão de base de inércia para prensas, martelos de forjaria, superestruturas de movimentação de materiais, etc;

Para especificar quais são os amortecedores de impactos mais adequados, é preciso considerar:

  1. Tipo de equipamento a ser isolado, modelo, marca, tempo de uso e etc.
  2. Cargas dinâmicas nos pontos de apoio ou peso do equipamento em operação. “Calculamos as reações nos apoios com nosso software quando fornecer a planta baixa do equipamento, com as cotas das bordas até o centro de cada elemento motriz e peso de cada um”, complementa Ribeiro.
  3. Menor rotação do equipamento em operação. Observar que quando houver inversor de frequência ou variador de velocidade, ocorrerá amplificação do sinal de vibração quando coincidir com a frequência natural do amortecedor de flexionado, com a frequência de perturbação.
  4. Dimensões do equipamento. Comprimento, Largura e Altura. A indústria deve considerar que, colocando o amortecedor, ocorrerá a alteração da altura do equipamento, e do centro de gravidade.

Em alguns casos, será necessário colocar Base de Inércia, como em bombas (por conta dos golpes de aríete, partida da bomba, etc), prensas (baixar o centro de gravidade, estabilidade, etc).

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar