A Voz da Indústria faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Inteligência Artificial Generativa é aplicável na indústria?

Article-Inteligência Artificial Generativa é aplicável na indústria?

Inteligência Artificial Generativa na indústria.png
A indústria pode enxergar a IA Generativa como uma ferramenta facilitadora nos processos cotidianos

A Inteligência Artificial Generativa tem aplicações na indústria? A resposta mais curta é: sim.

Isso porque a IA Generativa é aplicável em diferentes segmentos industriais e tem o potencial de transformar processos e otimizar os resultados do setor. 

Fernando Gomes, Diretor Comercial da Office Total, explica que é possível unir forças com essa tecnologia de uma maneira equilibrada, pensando nisso como uma oportunidade de vivenciarmos evoluções.

“Sabemos que a IA Generativa é uma tecnologia capaz de aprender padrões complexos de comportamento a partir de uma base de dados, uma vez que a IA Generativa é baseada em redes neurais”, explica.

Exemplos de Inteligência Artificial Generativa para a indústria

Segundo Fernando, ferramentas como Dall-E, Midjjourney e o mesmo o ChatGPT - mais famoso entre as IAs generativas - foram os responsáveis pela popularização da IA Generativa. O ChatGPT, por exemplo, reúne IA e PNL (Processamento de Línguas Naturais), por isso, é um recurso tão poderoso e capaz de reproduzir conteúdos pós-treinamentos, a partir de machine learning

Mas o que tudo isso tem a ver com a indústria? Há algum tempo, o Google anunciou a integração da tecnologia de inteligência artificial ao motor de busca, seu principal negócio. Antes disso, Bill Gates inseriu o ChatGPT no navegador EDGE e no motor de buscas Bing.

De acordo com o diretor, estes são motivos mais do que relevantes para que nenhuma empresa ignore a IA Generativa em seu dia a dia, e isso inclui, necessariamente, a indústria.

Dados sobre IA Generativa

Segundo uma pesquisa sobre Inteligência Artificial Generativa, 2023 AI Readiness Report da Scale, as capacidades significativamente aprimoradas dos modelos generativos em 2022 impactaram consideravelmente as estratégias de IA das empresas, com 65% delas acelerando suas estratégias existentes ou criando uma estratégia de IA pela primeira vez.

O mesmo estudo também aponta que, enquanto a maioria dos entrevistados (60%) está experimentando modelos generativos ou planeja trabalhar com eles no próximo ano, apenas 21% têm isso em produção. Outro item importante revela dados interessantes:

  • 61% das empresas estão buscando a IA para ajudar a melhorar a experiência do cliente;
  • 56% para melhorar a eficiência operacional;
  • 50% para aumentar a lucratividade.

Ou seja, as empresas já entendem o potencial dos modelos generativos para acelerar seus negócios, mesmo que colocá-los em produção ainda seja um desafio. Mas é possível, inclusive para o setor industrial.

“A geração e interpretação de dados, criação de conteúdos e aplicativos, otimização de tarefas e economia de tempo são alguns dos benefícios da IA Generativa. Para as empresas, tudo que otimiza tarefas e economiza tempo pode ser igualado à redução de custos e ao aumento de produtividade”, comenta Fernando.

A Inteligência Artificial Generativa gera benefícios?

Mais uma vez, a resposta é sim. No entanto, é preciso entender, aprender, e se aprofundar no tema, para ampliar a capacidade de entrega e, se possível, adivinhar as necessidades e comportamentos dos clientes, bem como do usuário final dos produtos manufaturados.

Fernando pontua que, embora tudo que envolva aprendizado de máquina exija maior controle de qualidade sobre os conteúdos produzidos, tal qual a precisão de dados, muitos desafios técnicos a respeito da tecnologia ainda não estão muito claros, mas certamente devem evoluir com o crescimento e adoção da tecnologia.

Para ele, as vendas tendem a aumentar com o uso da IA Generativa. Mas como?

“Na produção de conteúdo, por exemplo, para uma campanha de outbound. E o futuro nunca é tão distante quando falamos dessa tecnologia que é capaz de fazer em minutos um trabalho que pode demorar dias, o que certamente reduzirá o tempo de lançamento de produtos ou campanhas, aumentando a eficiência e permitindo que pessoas pensem de forma estratégica.”

Isso, sem contar a geração de dados, de códigos e informações valiosas para efetivar os resultados.

Indústria e IA

Em suma, a indústria pode enxergar a IA Generativa como uma ferramenta facilitadora nos processos cotidianos. Tanto com moderação quanto como meio de pesquisa.

“Vale ressaltar que estamos na fase inicial e a IA Generativa ainda não é capaz de tomar decisões, mas já favorece o surgimento de novos processos de trabalhos”, explica o especialista.

Fernando ainda deixa um alerta aos leitores do portal A Voz da Indústria: “é preciso treinar pessoas. Dessa forma, haverá perfeita evolução e sintonia entre os seres humanos e essa tecnologia toda”, finaliza.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar