Indústria 4.0 by TOTVS

Indústria 4.0: grande oportunidade para aumento de receita

Muito mais do que uma previsão distante ou um novo termo da moda, a Indústria 4.0 é um conceito que já está sendo implementado por organizações de diferentes mercados e portes.

Desde setores como o automobilístico até o eletrônico, de transporte e logística, usar a tecnologia para tomar decisões ágeis e corretas, diminuir custos e aumentar a produtividade já é uma realidade – e quem está deixando de se atualizar pode sofrer sérias consequências.

A Indústria 4.0 é um reflexo de expectativas

É importante dizer que a implementação da Indústria 4.0 aparece muito como um reflexo das expectativas de resultados rápidos e altos. A digitalização, nesse sentido, foi o caminho encontrado para reduzir ainda mais os custos e adotar melhorias que impactassem diretamente em uma receita maior.

“A adoção de tecnologias relacionadas à Indústria 4.0 já é uma realidade no mundo e vai acontecer de qualquer forma, independentemente do posicionamento individual da empresa. As cadeias produtivas se tornarão cada vez mais conectadas, tecnologias que otimizam a produção e aumentam a produtividade serão utilizadas, interação robótica autônoma será uma realidade, modelos de gestão e relacionamento com cliente também serão modificados. As empresas estarão cada vez mais interligadas, inclusive globalmente. O risco para a empresa em não investir na Indústria 4.0 é de ela se tornar defasada, tendo dificuldade de se inserir de forma competitiva no mercado e até mesmo dentro do próprio setor”, alerta Paulo Skaf, presidente da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

A integração tecnológica permite alcançar eficiências e agilidades que, até então, estavam fora do limite humano. Além disso, é possível eliminar tarefas e processos redundantes, diminuir falhas e, até mesmo, contornar as barreiras de dias, horários e distância, que impactam no ritmo de produção.

Com isso, a Indústria 4.0 possibilita integrar todas as áreas em um único sistema, que permite o controle remoto e é infinitamente menos custoso do que os modelos tradicionais.

Ainda não está seguro de que a Indústria 4.0 pode gerar um alto retorno financeiro para a sua empresa? Veja algumas vantagens que o farão mudar de ideia!

Benefícios trazidos pela Indústria 4.0

“A indústria com grande conteúdo tecnológico, incorporando tecnologias da Industria 4.0, é inovadora, limpa e digital. Dessa forma, o aumento de receita poderá ocorrer a partir da fabricação de bens e serviços mais inteligentes e com maior valor agregado. Deve imperar um modelo em que a indústria de transformação será proeminente juntamente com os serviços que vêm acoplados a esse novo modelo de negócios”, diz Skaf

Aumento de produtividade

Manter a produtividade alta e os custos baixos é uma das tarefas que mais assombram as empresas atualmente. Afinal, é preciso que os colaboradores estejam motivados, os desperdícios sejam mínimos, os erros previstos e a produção trabalhe em ritmo acelerado.

“Uma pessoa não pode fazer um trabalho específico de novo e de novo com precisão perfeita, mas um sistema de automação industrial pode fazê-lo com o mesmo resultado. Isto é possível, pois o sistema de computador principal é dotado de instruções para executar o trabalho com o máximo de precisão”, diz Maximiliano Osório de Vargas, reitor da Universidade Disruptiva das Américas.

Dessa forma, muitos dos investimentos realizados em IoT (Internet das Coisas) está direcionado à operação e aos processos logísticos. Esse tipo de atitude permite tornar a produção mais ágil, controlar a qualidade e a necessidade de manutenção em tempo real e aumentar a economia com interrupções e erros.

Para os colaboradores, a tecnologia também gera benefícios e, inclusive, diminui a rotatividade. Dessa forma, a empresa consegue economizar com treinamentos, suporte e contratação de pessoal. O resultado, claro, é um aumento considerável na margem de lucro.

Customização em larga escala

As exigências dos consumidores também estão mudando com o acesso a tecnologia. Agora, o desejo é de produtos personalizados, recursos e produtos digitais e excelência no atendimento ao cliente.

“Uma das possibilidades da Indústria 4.0, que deve ser acompanhada com atenção pelo setor empresarial, é a customização de produtos de acordo com o cliente que, além de decidir como deseja seu produto, poderá acompanhar o processo de produção e entrega. A indústria irá compatibilizar customização e escala”, ressalta Skaf.

Nada disso é possível, no entanto, sem a ajuda da digitalização. A disponibilidade e análise de dados em tempo real é o que permite com que as empresas ofereçam produtos e serviços customizados.

E, com a facilidade e o baixo custo em produzi-los em larga escala, com tecnologias como a impressora 3D, é totalmente possível tornar o processo barato e aumentar a margem significativamente em relação às ofertas de massa.

Descentralização e modulação

Esses são outros grandes benefícios gerados pela Indústria 4.0 que permitirão tornar a produção mais otimizada e, consequentemente, aumentar o retorno financeiro.

Quando falamos em descentralização, a tomada de decisões pode ser tomada por sistemas cyber-físicos baseados nas necessidades atuais da linha de produção. Assim, as próprias maquinas conseguem prever falhas e acelerar a manutenção do aparelho para que o tempo e o custo com as paradas sejam infinitamente menores.

Por outro lado, a manufatura modular torna os processos mais flexíveis e de rápida configuração. Com isso, é possível atender a demandas pontuais sem ter que aumentar o custo.

Como resultado de todas essas mudanças trazidas pela Indústria 4.0, a produção se torna muito mais ágil e eficiente, e os custos bastante reduzidos. Com os investimentos certos, o potencial de receita é maximizado e tanto a empresa quanto os clientes ganham.

Totvs_voz da industria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *