A Voz da Indústria faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

shutterstock_1194326800

Conheça os tipos de automação industrial

A automação industrial, cada vez mais popular em tempos de indústria 4.0, pode ter muitas aplicações. Ela consiste na aplicação de vários dispositivos, usados para controlar diferentes operações de uma indústria sem intervenção significativa de seres humanos. Entre esses dispositivos estão computadores, robôs, sensores, sistemas de comunicação, alarmes, interfaces de interação, entre outros. De forma geral, podemos apontar quatro tipos de automação industrial.

Os sistemas de automação de processos em seus tipos básicos têm como base a flexibilidade e o nível de integração nos processos de manufatura. Conheça a seguir alguns deles:

Tipos de automação industrial

1. Automação fixa

Neste sistema, as operações são realizadas seguindo as configurações do equipamento. Ou seja, sem a possibilidade de customização. Ele é muito utilizado para produzir peças idênticas e em grande volume. No entanto, por mais que o custo seja mais baixo, esse tipo de automação de processos impede readequar a produção para criar produtos diferenciados. Esse sistema, por exemplos, pode ser utilizado em linhas de montagem automatizadas.

2. Automação programável

"Aqui, tanto o maquinário quanto o software podem ser reprogramados, permitindo uma sequência de operações variadas, com base nas diferentes configurações do produto. Além disso, também é possível incluir programas para criar novos produtos", resume Graziela Coelli, técnica em produção industrial. Assim, esse tipo de sistema é utilizado em produções de baixo volume, como processos batch, laminadores de aço, robôs industriais, entre outros",

3. Automação flexível

É a evolução da automação fixa e programável. Ou seja: um híbrido de ambos. Ela oferece uma flexibilidade maior para lidar com variações de design de produto. Assim, os operadores podem dar comandos na forma de códigos no programa de computador, se quiserem alterar a sequência dos processos. Por isso, é possível confeccionar diferentes produtos e de maneira simultânea.

4. Automação integrada

Neste tipo, o sistema é totalmente automatizado, sob o controle de computadores. Desde o processo de design até o despacho, tudo é integrado e automatizado. Até mesmo os equipamentos são manuseados pelos robôs.

Entender e conhecer os tipos de automação industrial é importante para fazer a escolha certa. Você já utiliza algum tipo de automação na sua indústria? Conte nos comentários!

automação de processos gera economia

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar