A Voz da Indústria faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

shutterstock_1194038272.jpg

Protocolo de comunicação entre máquinas na Indústria 4.0

O sucesso da Indústria 4.0 depende da adoção de novas tecnologias e da implementação de sistemas de dados. Saiba mais sobre isso!

Sabemos que a mudança de geração de máquinas não acontece de uma hora para outra. Isso leva uma fábrica operar seus processos produtivos com maquinário de variados modelos e marcas.

E isso não chega a ser um problema, acredite. Um bom projeto de Manufatura Avançada que leva em consideração toda essa complexidade faz uso de um protocolo de comunicação entre máquinas. Ou seja, um padrão de interface para conectar máquinas e equipamentos, ainda que sejam diferentes.

Para o gestor industrial, isso representa um passo importante para minimizar a complexidade da integração de sistemas da Indústria 4.0 e ainda reduzir custo, uma vez que evita a interoperabilidade da fábrica. Além disso, permite que a produção seja não só automatizada, mas também otimizada em termos de suporte de dados estruturados e contextualizados.

A importância do protocolo de comunicação na Indústria 4.0

O conceito de Machine to Machine (M2M) na Indústria 4.0 demanda interconexão entre as células de produção. Dessa forma, os sistemas trocam informações entre si de forma autônoma e isso colabora para decisões tomadas de forma mais rápida e eficiente, reduzindo custos e aumentando a segurança e a qualidade de produção.

Para que todo o sistema funcione e entregue os seus benefícios é preciso que haja um protocolo de comunicação entre as máquinas "traduzindo" toda as necessidades em cada etapa de produção. Portanto, é esse protocolo que dirá qual é o papel de cada máquina ou equipamento dentro do ecossistema e, assim, garantirá o bom funcionamento da fábrica.

Um protocolo de comunicação na Indústria 4.0 é essencial para interligar sensores, placas e motores, além de permitir a aplicação dos parâmetros desejados.

Qual protocolo de comunicação usar?

É possível implementar protocolos de comunicação entre equipamentos antigos e mais novos, como já dissemos. Eles devem ser escolhidos e aplicados de acordo com as necessidades, características do sistema e recursos, e marcas usadas na produção.

Também é importante pensar em elementos, como a facilidade de uso ou a velocidade das máquinas. Para se ter uma ideia, com alguns protocolos de comunicação e dispositivos modernos é possível controlar o braço robótico a partir de um smartphone.

MTConnect, um protocolo aberto e livre para uso

O protocolo de comunicação MTConnect traz um completo vocabulário semântico para equipamentos, colaborando para fornecer dados estruturados e contextualizados para a indústria. Com isso, os desenvolvedores e gestores do projeto podem se concentrar em otimizar a produção ao invés de traduzir as ações para as máquinas.

As fontes de dados do MTConnect incluem equipamentos de produção, pacotes de sensores e outros hardwares. Dessa forma, o protocolo permite produções mais eficientes e grande produtividade.

Esse protocolo de comunicação entre máquinas define e estrutura os dados do dispositivo no formato XML e os transporta via HTTP. O padrão é escrito para ser simples e acessível a todo profissional de TI.

A solução é desenvolvida pelo MTConnect Institute, uma associação composta por mais de 400 empresas e organizações de pesquisa em manufatura, incluindo indústrias automotiva, aeroespacial, médica e outras, bem como desenvolvedores de software que dão suporte a essas indústrias. 

Para conhecer a documentação, as marcas suportadas e os integradores, acesse o site dedicado ao protocolo de comunicação MTConnect.

*Este é um Publieditorial sob responsabilidade de AMT Brasil

Ocultar comentários

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar