A Voz da Indústria faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Solda robotizada: conheça suas possibilidades

Article-Solda robotizada: conheça suas possibilidades

Solda robotizada_conheça as possibilidades.png
O uso da solda robotizada cresce rapidamente entre indústrias, principalmente devido às suas muitas possibilidades e benefícios conquistados

Considerada um dos processos de fabricação mais difundidos em diversas aplicações industriais, a soldagem vem passando por muitas transformações nos últimos anos e a solda robotizada já adquire grande protagonismo dentro das empresas.

Por meio da solda robotizada, as tarefas centrais tornam-se repetidas, independentemente do componente. Isso sem contar o expressivo padrão de qualidade que a soldagem robotizada pode proporcionar. 

Mas as possibilidades de uso de robôs para soldagem são bastante significativas. Convidamos Paulo Flôres, consultor de vendas técnicas do segmento robótico da Fronius do Brasil, para falar sobre o que são as soldas robotizadas e quais são as possibilidades dessa tecnologia.

Solda robotizada: Uso de braços robóticos visando a automação

Nos últimos anos, a Indústria 4.0 e a manufatura avançada vêm sendo grandes facilitadoras de processos industriais em diversos segmentos, elevando a produtividade e a qualidade dos produtos fabricados. 

E dentre os muitos avanços, a robótica é protagonista, principalmente pela capacidade de realizar movimentos repetitivos com o máximo de qualidade. E, dentre todos os modelos de robôs possíveis, a solda robotizada merece destaque.

Cada vez mais demandada na área de soldagem, a robótica vem apresentando uma evolução muito grande nos últimos anos. Hoje, já temos braços robóticos inteligentes que comprovam que o futuro já começou.

Mas o que, de fato, é uma solda robotizada?

Paulo Flôres explica que a solda robotizada é o processo de soldagem realizado através de braços robóticos, visando a automação do processo em si. 

Atualmente já existem robôs fabricados exclusivamente para o processo de soldagem, facilitando a fixação adequada dos periféricos, como alimentadores, cabos e tochas, mas também há possibilidades de adaptação, transformando robôs de manipulação, por exemplo, em robôs para soldagem.

Assim, a solda robotizada faz uso de alta tecnologia, principalmente a ponta do bico de soldagem. Isso garante que a solda tenha alta resistência e longa duração em diversos tipos de aplicação dentro da indústria.

Aplicações da solda robotizada

Cada vez mais comum dentro do ambiente industrial, a solda robotizada possui aplicações bastante abrangentes, como explica o consultor de vendas técnicas do segmento robótico da Fronius do Brasil.

Podemos dizer que as aplicações para solda robotizada são muito abrangentes, sendo aplicável a qualquer segmento industrial. Os robôs são usados para a soldagem de peças com geometrias mais simples, até peças com extrema complexidade.” 

Mas, de forma geral, a robotização é utilizada quando temos peças fabricadas em série e que possuem elevada demanda produtiva. “Estes dois últimos fatores são primordiais para análise do investimento numa célula robótica”, sugere Flôres.

Assim, os domínios de aplicação de uma ou mais células de solda robótica são variados em englobam os seguintes segmentos: indústria de construção naval, indústria automobilística, equipamentos agrícolas, carpintaria metálica, equipamentos de construção civil, caldeiraria, etc.

Benefícios da solda robotizada para o ambiente industrial

Dentro de uma indústria, a soldagem robotizada oferece muitos benefícios. Eles garantem maior consistência e repetibilidade à operação, resultando em significativas melhorias de produtividade e que impactam diretamente na qualidade final das peças soldadas.

Segundo Paulo Flôres esse ganho em produtividade é conquistado pela grande capacidade de trabalho dos robôs. “Os robôs de solda podem operar 24h por dia, sempre com a mesma qualidade e eficiência.

Porém, este não é o único benefício da solda robotizada, ela também traz uma vasta gama processo de vantagens ao processo de soldagem, tais como:

Maior Eficiência: Robôs não precisam descansar e podem manter o ritmo de trabalho, tanto em velocidade quanto em qualidade, por longos períodos.

Menor volume de desperdício: Com o processo de soldagem sendo repetido, a indústria consegue prever toda a quantidade de desperdício gerado pelos dispositivos robóticos através de um simples planejamento.

Mão de obra mais barata: Robôs de solda ainda são caros e o investimento tende a ser muito alto em um curto prazo, mas quando pensamos na rotatividade de funcionários ao correr dos anos e a necessidade de encontrar mão de obra qualificada, a soldagem robotizada fará bem para o seu negócio, principalmente com planejamentos de longo prazo.

Os demais benefícios do uso de robôs em processos de soldagem são:

  • Precisão constante da solda;
  • Flexibilidade da produção;
  • Automatização das tarefas penosas ou perigosas, aumentando a segurança de colaboradores.

Apesar das muitas possibilidades, é fundamental ter colaboradores treinados

Muitas são as possibilidades e benefícios do investimento em uma solda robotizada, mas há um desafio que merece total atenção dos empresários: qualificação de colaboradores!

A quantidade desses profissionais no mercado ainda é escassa, principalmente por causa da complexa formação técnica necessária para lidar com os softwares que controlam tais sistemas.

Assim, Paulo Flôres tem certeza que a qualificação dos colaboradores é de extrema importância para se obter um maior proveito da solda robotizada. 

O ideal é que o operador da célula, chamado de robotista, além do treinamento em operação do robô, possua treinamento ou pelo menos noções básicas no processo de soldagem, podendo assim, atingir a alta performance do robô e da soldagem.

Segundo o consultor, o operador do robô geralmente tem expertise na movimentação e, consequentemente, na definição da trajetória do braço robótico, mas desconhece o processo de solda.

Por isso, é comum que a indústria tenha dois profissionais distintos na operação da solda robotizada, um robotista (operador) e um técnico de processo de soldagem, profissional esse que possui conhecimentos em metalurgia dos materiais, aporte térmico, gases utilizados no processo de soldagem, entre outros.

Mas, para ter profissionais ainda mais capacitados, já há diversas opções de treinamento e qualificação profissional, que vão desde a operação básica dos robôs até a programação da máquina de solda robotizada e manutenção básica.

Quer saber mais? Então confira dicas para escolher o tipo de solda mais recomendado para cada necessidade.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar