Indústria 4.0 by TOTVS

Inteligência Artificial na indústria e manutenção preditiva

Descubra como a Inteligência Artificial na indústria melhora a manutenção preditiva de fábricas

Você sabe qual é o impacto da Inteligência Artificial na indústria? O advento da Indústria 4.0 propõe às empresas a utilização da tecnologia para o acesso e a gestão de quantidades cada vez maiores e mais confiáveis de dados da sua produção, o que apresenta oportunidades para aplicação de serviços industriais mais eficientes.

Um dos ramos mais promissores para sua aplicação é a manutenção preditiva, que se baseia na utilização de dados recebidos da fábrica para evitar falhas na produção.

Neste artigo, veremos como a Inteligência Artificial na indústria pode atuar na manutenção preditiva das fábricas e a importância de realizar este tipo de processo. Confira!

A Inteligência Artificial na indústria e a melhora do desempenho

As ferramentas tecnológicas desenvolvidas para indústrias têm o objetivo de auxiliar no levantamento e gerenciamento dos dados de todos os setores da produção, integrando os departamentos da empresa. Com base nisso, as informações recebidas podem ser utilizadas para fundamentar decisões e apresentar sugestões de ações e intervenções aos gestores – gerando resultados melhores do que com o uso dos dados crus.

Mauro Spinola, professor e consultor da Fundação Vanzolini em projetos de avaliação e melhoria de processos de sistemas em empresas industriais e de serviços, explica. “A Indústria 4.0 busca maior eficiência gerencial, por meio da integração entre dados coletados diretamente pelos sistemas CPS e os sistemas corporativos. Apoia, desta forma, a tomada de decisão com maior agilidade e precisão, com base em análises preditivas (além das informações de tempo real), baseadas em grande massa de dados, que fortalece a tomada de decisão”.

Por que implantar o modelo de manutenção preditiva em fábricas é vantajoso?

O modelo de manutenção preditiva visa o acompanhamento periódico do funcionamento das máquinas, equipamentos e peças de uma fábrica, no intuito de detectar as falhas antes que elas ocorram e prevenir interrupções na linha de produção.

Essas análises ajudam a aproveitar a vida útil dos equipamentos industriais, pois indicam as reais condições de seu funcionamento e detectam possíveis deteriorações de peças e componentes – garantindo a confiabilidade e disponibilidade dos serviços.

A manutenção preditiva pode ser considerada a opção mais viável e segura, e apresenta diversas vantagens para uma indústria:

  1. Agilidade e otimização no processo de produção;
  2. Redução nos custos com manutenções corretivas;
  3. Eliminação do processo de desmontagem das máquinas para inspeções;
  4. Diminuição da quantidade de danos;
  5. Aumento da vida útil dos equipamentos;
  6. Redução na perda de recursos com falhas na linha de produção.

A Inteligência Artificial na indústria e a manutenção preditiva de fábricas

A manutenção preditiva precisa de dados confiáveis e da correta gestão destes para atingir seu objetivo de evitar possíveis falhas e reduzir os custos da empresa com ações corretivas.

Para isso, a utilização de equipamentos de alta tecnologia auxilia no processo de levantamento de informações válidas e realização de um diagnóstico preciso, enquanto os serviços de armazenamento de dados e conectividade entre ferramentas e equipamentos permite não apenas que as informações cheguem aos gestores de forma organizada, mas também que o sistema tome decisões por conta própria – tudo em tempo real.

Os softwares voltados à manutenção preditiva já existem e buscam apresentar funcionalidades que facilitem a gestão dos dados recolhidos automaticamente pelas máquinas – o que se relaciona diretamente com a Inteligência Artificial na indústria.

Por exemplo, eles podem ser capazes de cruzar os dados recebidos dos sensores das máquinas da fábrica com outras informações presentes na nuvem, oferecendo soluções fundamentadas aos gestores, calcular as perdas de recursos e produtos que uma peça defeituosa está causando na produção e comparar esta perda ao custo que a empresa teria em substituí-la por uma nova, sugerindo a opção mais rentável para a empresa.

O professor Fábio Lima, do departamento de Engenharia de Produção da FEI, explica as perspectivas deste funcionamento. “A precisão na tomada de decisão depende da análise dos dados e dos algoritmos de Inteligência Artificial que estão sendo utilizados para tanto. O fato é que, diferentemente do que acontece na maioria das indústrias hoje, na Indústria 4.0 todos os dados da empresa estarão disponíveis para acesso em tempo real. A partir desse ponto, devemos nos preocupar com a extração de informações úteis desses dados para que, efetivamente, se alcance a precisão nas tomadas de decisão esperada para a Indústria 4.0”.

Você já tinha noção da importância da Inteligência Artificial na indústria e seu impacto na manutenção preditiva de fábricas? Deixe o seu comentário e até a próxima. 

Totvs_voz da industria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *