Indústria 4.0 by TOTVS

Como serão os investimentos em tecnologias da Indústria 4.0 em 2019?

A Indústria 4.0 é a quarta grande revolução industrial. Agora, o seu impacto será mais profundo, uma vez que as novas tecnologias permitirão a fusão do mundo virtual e físico, tornando, assim, os negócios mais autônomos, produtivos e menos custosos.

Nesse cenário, entender quais serão os investimentos globais e no Brasil no próximo ano faz toda a diferença. Afinal, esse é um reflexo do que está acontecendo no mercado e para onde a Indústria 4.0 está caminhando. Acompanhe.

Tecnologias essenciais da Indústria 4.0

Antes de qualquer coisa, é importante entender quais são as principais tecnologias da Indústria 4.0. Afinal, serão elas que guiarão e tornarão possível a transformação. Aqui, enquadram-se a Manufatura Aditiva, a Inteligência Artificial (IA), a Internet das Coisas (IoT), a Biologia Sintética e os Sistemas Cyber Físicos (CPS).

Manufatura Aditiva, também conhecida como Impressão 3D, permite fabricar objetivos variados a partir de pequenas peças. Já a IA é uma tecnologia que busca simular a capacidade intelectual humana. Assim, softwares e robôs conseguem tomar decisões com base em informações captadas.

A Internet das Coisas, por sua vez, permite que objetos físicos estejam conectados à internet – dessa forma, podem executar ações, como os carros autônomos. A Biologia Sintética nada mais é do que a convergência de tecnologia nas áreas como química, biologia, ciência da computação e engenharia, sendo assim, permite construir novas partes biológicas, como enzimas e circuitos genéticos.

Por fim, os Sistemas Cyber Físicos sintetizam a fusão entre o físico e digital. Assim, todo objeto físico e os processos que ocorrem em função desse objeto são digitalizados. Além disso, os processos e objetos da fábrica contam com um “irmão gêmeo” digital.

Para onde caminha a Indústria 4.0 no cenário global

Estudo da Salesforce estima que, em 2019, as tecnologias na Manufatura 4.0 deverão duplicar, para $85 bilhões ou mais. Entre as principais frentes de investimento estão:

  • Sensores inteligentes: previsão de 12,2% de crescimento;
  • Nanomateriais: previsão de 15,5% de alta;
  • Uso de robôs: previsão de 5,5% de crescimento;
  • Manufatura aditiva ou Impressão 3D: 45,7% de alta.

É importante dizer, no entanto, que esses investimentos não acontecerão de forma independente, e será cada vez mais comum o desenvolvimento de projetos de sistemas.

Dessa forma, se torna possível extrair novas propriedades de materiais já existentes, buscar alternativas sustentáveis para a produção e personalizar a fabricação ao mesmo tempo em que ela se torna mais barata.

Concluímos, então, que a Indústria 4.0 vai mudar a forma como os produtos são criados e distribuídos.

Onde o Brasil se encontra na Indústria 4.0

Agora que você já conhece o cenário para 2019, é importante saber onde o Brasil se encontra na Indústria 4.0.

De acordo com dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI), nos últimos 2 anos o número de grandes indústrias brasileiras que utilizam tecnologias digitais cresceu 10%. Entre 2016 e 2018, o percentual das que utilizam alguma das tecnologias da Indústria 4.0 passou de 63% para 73%.

Para 2019, a previsão é de que 48% das empresas invistam nessas tecnologias. O principal motivo para essa modernização é ganhar eficiência e melhorar a gestão do negócio.

Em outras palavras, o Brasil já está participando do processo de transformação da Indústria 4.0. Agora, o grande desafio está em planejar a adoção dessas tecnologias e implementar projetos que tragam resultados e resolvam os atuais gargalos do negócio.

E a sua indústria, está pronta para esse novo cenário e os investimentos que ele exige? Conte nos comentários e até a próxima!

Totvs_voz da industria

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *