• A Voz da Indústria is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Gestão, Oportunidades

Como um layout industrial ineficiente pode roubar sua produtividade

Para desenvolver um bom layout industrial, é necessário um estudo sistemático. A ideia é encontrar a melhor combinação das instalações industriais que concorrem para a produção dentro de um espaço disponível. Pode-se dizer ainda que é a maneira como os homens, as máquinas e os equipamentos estão dispostos em uma fábrica.

No entanto, para chegar até o layout ideal há um longo caminho a ser percorrido.

“Desenhamos todas as máquinas, equipamentos, postos de trabalhos, esteiras. Para isso, primeiramente, montamos um diagnóstico sobre o que é necessário para ter um detalhamento do layout. Isso é feito para conhecer o fluxo daquela empresa. Só depois é criado o layout industrial definitivo”, pontua o consultor da TM Consultoria em engenharia Industrial, Afonso Mota.

Layout industrial eficiente x layout ineficaz

O especialista explica ainda que, antes do layout industrial, é preciso fazer um diagnóstico. Esse processo passa, por exemplo, pelo fluxo operacional, e pela análise do posto de trabalho.

“É preciso verificar itens como ergonomia, abastecimento e acesso ao equipamento. A partir disso, você tem um layout de cada posto e uma visão mais ampla que passa pela entrada e saída que vai do abastecimento até a expedição da empresa”, enfatiza.

Na hora de pensar o layout industrial do seu negócio, um dos aspectos que devem ser priorizados é a movimentação do funcionário. Essa movimentação impacta diretamente na produção e no rendimento. Por isso, recomenda-se que esse layout seja enxuto. O deslocamento de um profissional por dois ou três metros pode significar entre sete e onze minutos de um turno. Para exemplificar melhor esses números, Motta apresenta um exemplo prático.

“Trabalhamos com uma situação na qual a fábrica era em um galpão e que o empresário colocou todos os equipamentos encostados na parede, porque entendia que a condição era importante. Durante o diagnóstico, percebemos que do total da área ele poderia usar apenas 25% do espaço para a produção. Havia a possibilidade, então de alterar a área de estoque e expedição, tornando o processo mais ágil”, explica.

Nesse caso, como observado, o fator fundamental, que é o da movimentação, não foi originalmente respeitado. Os profissionais ficavam mais tempo deslocando-se entre os diferentes setores do que produzindo, devido a um erro de layout industrial.

Layout industrial: dicas para otimizar o seu

É válido lembrar que o layout deve ser revisto de tempos em tempos. Isso porque quando há um incremento de faturamento e nos níveis de produção, é preciso que a estrutura da indústria se adapte e continue trabalhando para que o crescimento ocorra gradativamente.

Confira algumas dicas de como melhorar o seu layout industrial:

1. Cuide do transporte

A otimização do transporte se dá eliminando os deslocamentos desnecessários de pessoas e materiais. Essa abordagem simples acaba gerando impactos diretos na eficiência dos processos. Organizar a fábrica em seções de acordo com o tipo de máquina é uma das maneiras de seguir essa otimização.

2. Construa um layout por processos

Alocar processos similares de modo aproximado é uma forma de evitar a ineficiência na indústria e baixa produtividade. Analisar essa disposição e seu funcionamento pode ser fundamental para viabilizar um trabalho mais ágil e eficaz.

3. Organize o arranjo físico

Além dos postos serem setorizados, pontos como segurança, sinalização, conforto dos trabalhadores e facilidade de acesso são essenciais. Ter máquinas que, de fato, sejam cruciais no parque fabril também ajuda nesse processo.

Esses pontos contribuem também para favorecer maior produtividade, já que uma boa sinalização facilita na rapidez dos processos e um profissional seguro quanto à sequência e à forma correta de trabalhar também produz mais.

Lembrando de que um mau arranjo físico, que não contemple os itens básicos, pode levar ao aumento de custos. Ou seja, problemas como estocagem desnecessária, formação de filas e aumento do período de máquinas paradas também são possíveis.

E na sua empresa, você utiliza o layout industrial a favor de sua produtividade? Deixe sua mensagem nos comentários!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *