Indústria 4.0 by TOTVS

Sistema MES faz ponte entre planejamento e produção da indústria

Acompanhar a evolução do desempenho da linha de produção em tempo real, evitar desperdícios e ter mais controle das atividades do chão de fábrica: resumidamente, esse é o papel do Manufacturing Execution System (MES).

O MES faz uma importante ponte entre o planejamento e a produção de uma indústria – e, justamente por isso, preenche uma lacuna que existe atualmente entre os ERPs e os softwares que medem e controlam a produtividade dos equipamentos.

Quer entender melhor as vantagens e funcionalidades dessa solução trazida pela Indústria 4.0? Acompanhe.

O que é e qual a importância do MES na Indústria 4.0?

MES é o sistema que gerencia o processo produtivo no chão de fábrica e que vem ganhando cada vez mais destaque com a Indústria 4.0.

Esse sistema permite avaliar se o planejamento está sendo executado e detectar desajustes em tempo real. Dessa forma, é possível realizar correções antes que os problemas comecem a impactar no resultado final, ou seja, na qualidade dos produtos e nos prazos de entrega.

Justamente por fazer parte da Indústria 4.0, o MES é um sistema híbrido, modular e que consegue trabalhar em conjunto com os ERPs.

Com ele, é possível ter um controle muito maior sobre o fluxo e a estocagem de matéria-prima, avaliando em tempo real a velocidade de produção e disponibilidade de equipamentos e outros fatores que impactam diretamente na qualidade do produto final.

O resultado é uma redução de desperdícios e de custos, aumentando a lucratividade. Além disso, é possível prever de forma mais eficaz as perdas inevitáveis e, assim, considerá-las na formação de preço dos produtos.

Como implantar o MES na indústria

1 – Diagnóstico

O primeiro passo para implantar essa importante ferramenta da Indústria 4.0 é levantar os sistemas automatizados que já existem no chão de fábrica e os de controle corporativo e de gestão, como o ERP.

Esse diagnóstico inicial permite identificar as lacunas atuais e identificar as necessidades que podem ser preenchidas com o MES.

Depois, é importante elencar os objetivos que devem ser atendidos com a ferramenta, como a diminuição do tempo de set-up de equipamentos para produção.

O apoio da área financeira também é importante nesse momento. Afinal, eles vão ajudar a levantar os custos que recorrem das lacunas atuais no processo produtivo e, assim, mensurar os ganhos obtidos com a implementação do MES.

2 – Projeto de implantação

Agora, é chegado o momento de definir responsáveis, cronogramas e fornecedores para a implantação da ferramenta.

Para facilitar, divida o MES em módulos. Isso o ajudará a alocar os investimentos e a avaliar os resultados que serão obtidos. Lembre-se sempre de priorizar as soluções que correspondem às perdas mais fáceis de serem corrigidas e que representam maior ganho para o negócio.

Além de um bom fornecedor, é fundamental contar com uma equipe interna para a execução do projeto. Dimensione a quantidade de funcionários e os seus respectivos departamentos para cada etapa do projeto. Pode ser necessário elencar um coordenador para acompanhar as ações mais de perto.

3 – Testes

Durante a implantação do MES, é essencial realizar testes para evitar erros que possam atrasar o funcionamento de outras tecnologias da Indústria 4.0. Além disso, os testes permitem corrigir o projeto em tempo real.

Para isso, estabeleça um cronograma para avaliar as soluções e envolva, também, as pessoas que vão utilizá-las na rotina de trabalho. Assim, você terá um parâmetro mais realista da ferramenta.

4 – Avaliação

Por fim, avalie os resultados obtidos com o MES, quantifique-os e faça comparações com a economia obtida no processo produtivo. Analise pontos como flexibilidade, diminuição de uso de papéis, aumento na confiabilidade de dados, entre outros.

Documente todo o projeto para que seja possível replicá-lo em outras unidades e expandir o conhecimento dentro da indústria, e, por fim, não deixe de verificar constantemente se os objetivos traçados para cada módulo continuam sendo atingidos.

Ficou com alguma dúvida sobre a implantação do MES e a sua importância dentro do conceito de Indústria 4.0? Deixe as suas perguntas nos comentários.

Totvs_voz da industria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *