• A Voz da Indústria is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

Economia

Metrologia 3D: como funciona e quais as vantagens?

Em muitos setores produtivos, é indispensável obter imagens precisas de peças para garantir a medição dimensional e a inspeção de precisão. Dessa forma, a metrologia 3D permite imagens tridimensionais com alta resolução e grande profundidade de campo.

“Existe uma série de instrumentos projetados para medir componentes produzidos em massa. No entanto, há uma escassez de instrumentos capazes de medir objetos com grande precisão”, destaca o engenheiro Carlos Pereira.

Em um mercado cada vez mais competitivo, com clientes mais exigentes, é fundamental que a indústria invista em ferramentas. Isso possibilita minimizar os erros de fabricação, além de otimizar o processo de torneamento de peças complexas.

O que é metrologia 3D?

A metrologia 3D é realizada com sensores tridimensionais para a obtenção de resultados altamente precisos. Com isso, uma máquina de medição de coordenadas consegue determinar dimensão, forma e posição de um objeto. A medição considera no cálculo vários pontos de sua própria superfície.

“Com a medição 3D, é possível definir com precisão a posição de um objeto em espaço tridimensional. Além disso, também se calculam os parâmetros significativos das figuras geométricas. Isso garante o desenvolvimento de peças em conformidade com as normas de qualidade exigidas por clientes e pelo mercado”, resume Pereira.

Dessa forma, a moderna metrologia industrial fornece aos engenheiros, projetistas de processos e profissionais de controle de qualidade um conjunto de ferramentas significativamente aprimorado para a medição de objetos.

Como funciona?

Basicamente, o método determina uma representação tridimensional da superfície de um objeto em um espaço de coordenadas. Para isso, a plataforma é equipada com um conjunto de diferentes sensores, usados para fazer medições em todas as direções.

Assim, a posição de um ponto no espaço é definida, em coordenadas cartesianas, pelos valores relativos dos três eixos (x, y e z) em relação a um sistema de referência. Usando uma série de pontos, é possível construir detalhadamente os elementos geométricos.

Dessa forma, o sistema gera um sinal, que é transferido para um computador e analisado por um software. Essa análise gera um conjunto de dados, atributos e informações sobre o objeto. Tais programas de medição foram desenvolvidos para simplificar o processo e reduzir o tempo de medição, otimizando a inspeção.

Metrologia 3D: quais os benefícios?

Para garantir qualidade e eficiência, além de prevenir potenciais acidentes, é fundamental realizar testes de alta precisão métrica dos produtos manufaturados. Com a metrologia 3D de protótipos, a indústria pode melhor adequá-los para sua efetiva aplicação.

Com isso, o aumento de precisão gera economia de tempo, melhora a produtividade e conquista resultados mais assertivos. É o investimento em maquinários equipados com sensores de precisão, em conjunto com sistemas de processamento de dados, que possibilita isso.

Dessa forma, ao utilizar a metrologia 3D, é possível lançar produtos e oferecer serviços de qualidade aprimorada. Isso ajuda a alcançar preços competitivos e entregas pontuais, atendendo as necessidades do mercado.

Você já conhecia a tecnologia da metrologia 3D? Ficou com alguma dúvida sobre o seu funcionamento? Deixe sua mensagem nos comentários!

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *