Indústria 4.0 by TOTVS

RFID na indústria: símbolo de redução de custos operacionais

O RFID na indústria, sigla para os sistemas de identificação por radiofrequência, é uma tecnologia que permite identificar e rastrear os produtos de forma automática. Como mais uma das peças necessárias para o avanço da Indústria 4.0, o RFID ajuda as empresas a aumentarem a sua competitividade e produtividade, especialmente no setor de logística.

Por estas e outras vantagens, a popularidade do RFID vem crescendo cada vez mais dentro das empresas. O professor Regis Pasini, do curso de Engenharia da FAAP, comenta.

“Atualmente, as etiquetas de RFID já possuem preços relativamente baratos para serem utilizados em algumas operações industriais. Com o uso do RFID, se torna desnecessário o controle em separado de peças ou produtos.”

Como o RFID ajuda na redução dos custos?

A utilização do RFID na indústria oferece vantagens à empresa, como maior segurança e velocidade dos processos, enquanto diminui perdas de produtos e evita erros humanos. Esta tecnologia permite uma grande precisão no recolhimento das informações, o que garante maior qualidade de controle sobre todos os processos em que está envolvida. Com isso, a aplicação do RFID na indústria auxilia no aumento da produtividade e na melhoria do processo de tomada de decisão dos gestores.

Em termos práticos, tudo isso se traduz em lucro para a empresa, a partir da diminuição de despesas com perdas e erros, além de reduzir a mão de obra necessária para realizar este tipo de operação, permitindo uma melhor gestão dos funcionários em outras atividades.

Outro fator que auxilia na redução dos custos é a maior rapidez na realização das atividades de identificação e rastreamento dos produtos – o que também aumenta o nível de satisfação dos clientes e cria uma imagem positiva da empresa.

Quais as aplicações possíveis do RFID na indústria?

A capacidade de adaptação do RFID na indústria é muito grande. Esta tecnologia é capaz de atuar mesmo em ambientes desfavoráveis, como em locais sujos, úmidos ou insalubres. Até mesmo suportar tanto temperaturas muito altas quanto baixas – além de não ser afetada por vibrações ou choques.

O RFID funciona com a utilização de radiofrequência para identificar dados – o que permite que isso aconteça sem a necessidade de campo visual direto, e funciona até mesmo através de outros objetos de materiais variados, como plástico, papel, madeira e vidro.

Dessa forma, existe uma extensa gama para aplicações do RFID na indústria, sendo que ele pode ser adaptado facilmente às necessidades de cada empresa. Existe uma variedade de formatos disponíveis para utilização, permitindo que seja escolhido o tamanho que melhor atenda às necessidades específicas dos processos de cada organização.

O professor Pasini explica um pouco mais sobre como a utilização do RFID pode se dar dentro de uma empresa. “Se tivermos em um palete ou uma caixa com diversos produtos etiquetados, este palete ou caixa, ao passar por uma cortina de RFID (leitores de RFID), registraram praticamente ao mesmo tempo tudo que estiver no seu interior. Isso significa redução de tempo de inspeção e, em alguns casos, da mão de obra.

Você já conhecia o uso do RFID na indústria para reduzir custos? A sua empresa já utiliza essa tecnologia? Deixe o seu comentário e até a próxima.

Totvs_voz da industria

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *