• A Voz da Indústria is part of the Informa Markets Division of Informa PLC

    This site is operated by a business or businesses owned by Informa PLC and all copyright resides with them. Informa PLC's registered office is 5 Howick Place, London SW1P 1WG. Registered in England and Wales. Number 8860726.

A Expomafe

Soluções de conectividade trazem integração para a indústria

Quando se trata da transição para a indústria 4.0, uma palavra-chave ganha espaço: conexão de processos. Por isso, empresas diversas trabalham no desenvolvimento e aplicação de soluções de conectividade para as necessidades da indústria. Na EXPOMAFE 2019, algumas novidades foram apresentadas e demonstradas para os visitantes. Confira!

Parque conectado

A SKA apresentou em seu estande um centro de usinagem operado por um robô colaborativo. Focado em demonstrar o potencial de conexão entre os processos, a empresa trouxe um software capaz de otimizar integrar máquinas de diferentes fornecedores em um único sistema. “Nosso software faz a programação offline de todos os procedimentos que a máquina vai realizar”, comenta o Engenheiro de Aplicações da SKA, Luiz Gonçalves.

“Com isso, não é mais necessário que um operador programe o robô manualmente, por exemplo, e depois programe a máquina. Tudo é programado, do início ao fim do processo, dentro do software, virtualmente”, completa. Apostando no conceito de manufatura digital, a SKA acredita que as soluções de conectividade são indispensáveis para a indústria do futuro (e do presente).

Alimentador de barras conectado

Utilizando um acesso remoto de tablets, celulares e computadores, a Bucci Industries traz como solução um alimentador de barras adaptado para a indústria 4.0. “Trata-se de um acessório para carregamento de barras em tornos de todos os fornecedores. Isso dispensa a presença contínua do operador. Se antes era necessário um operador por máquina, hoje cada operador pode gerenciar 10 máquinas”, comenta Fábio Magnabosco, gerente de aplicações da Bucci Industries.

“Conectada ao sistema, é possível gerenciar todo o processo e entender o desempenho de cada máquina, mesmo que em diferentes plantas”, conta. A máquina também agiliza o processo. Cada operador leva de 4 a 5 minutos para alimentar a barra, enquanto a máquina reduz esse tempo para 18 segundos. “É muito significativo ter um alimentador como esse para uma demanda alta de produção”, conclui.

Conectividade, gestão e acompanhamento de desempenho

Apostando no conceito TruConnect, a Trumpf trouxe para a feira opções de software que geram o acompanhamento de toda a produção, desde o plano da engenharia, cortes e dobras até a gestão da fábrica. “O TruTops Boost faz uma análise a partir do desenho do projeto. O sistema já vai automaticamente realizar os testes, apontar a melhor máquina, a melhor ocupação da chapa, etc.”, conta Arthur Bon, responsável pelo setor de Projetos e Processos da Trumpf . Aliado a isso, a empresa atua também com um sistema de gerenciamento completo de toda a planta.

Assim, é possível até mesmo que os sistemas gerem planos paralelos. “Por exemplo, é possível identificar que a máquina ideal para aquele processo está ocupada. Com isso, o programa indica outra máquina capaz de realizar a tarefa, apontando também quais os resultados esperados na troca. “Com essas informações, o gestor pode definir qual a melhor escolha e dar o start no sistema”, explica.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *