A Voz da Indústria faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Primeiros passos para implantar indústria 4.0

Primeiros passos para implantar indústria 4_0.png
Implantar indústria 4.0 e ter bons resultados com isso é uma necessidade recorrente para o setor. Por isso, seguir os primeiros passos torna-se fundamental

Certamente muitas indústrias já entendem a importância da transformação digital no ambiente industrial. Este é um assunto cada vez mais recorrente, já que o avanço tecnológico para o mundo dos negócios tem sido extremamente rápido. Mas você sabe como, de fato, implantar indústria 4.0 dentro do seu negócio?

Um bom planejamento da implantação da indústria 4.0 torna-se medida essencial no atual momento da indústria. Para a diretora de Field Services da Schneider Electric, Patrícia Cavalcanti, em um sistema econômico totalmente globalizado, as indústrias não competem apenas com empresas situadas no seu país ou região, mas com diversas outras companhias pelo mundo e essa competição é cada dia mais acirrada.

A adoção de conceitos e tecnologias habilitadoras da indústria 4.0 se torna imprescindível. Assim, de uma forma ou de outra, as companhias do setor estão dando início ao seu processo de digitalização”, afirma Patrícia.

Segundo a diretora da Schneider Electric, a tecnologia surge como um fator de impulsionamento e habilita que o segmento entregue melhores resultados e mais qualidade. Por isso, é essencial que a indústria adote estratégias para implantar indústria 4.0 e entrar definitivamente em uma nova era.

Cenário da indústria brasileira: processos e equipamentos industriais desatualizados

A transformação digital é uma megatendência que tende a acompanhar a indústria no mundo e no Brasil nos próximos anos. Porém, de forma geral, no segmento industrial brasileiro, incluindo a parte de serviços, Patrícia Cavalcanti indica que alguns problemas ainda são enfrentados por empresários do país.

Segundo a diretora da Schneider Electric, no país há muitos processos e equipamentos industriais desatualizados, principalmente quando comparados a países como os Estados Unidos ou Alemanha, especialmente em setores como petróleo e gás, mineração e têxteis, automotivo, alimentos e bebidas.

Por essa razão, a evolução do mercado industrial tem ficado cada vez mais pautada em relação às combinações entre tecnologias físicas e digitais, focando na modernização dos ambientes, na melhor avaliação de equipamentos, infraestrutura e, como consequência, na melhor prestação de serviços em campo”, cita.

Diante dessa necessidade, planejar a atividade para implantar indústria 4.0 torna-se uma necessidade recorrente, visto que conceitos associados à digitalização e à automação são as chaves-mestras que abrem caminhos para uma indústria cada vez mais eficaz, com velocidade e baixo custo, além da maior competitividade frente ao mercado.

Primeiros passos para implantar indústria 4.0 com eficácia

Implantar indústria 4.0 e novos processos/tecnologias nas empresas exige, segundo Patrícia Cavalcanti a adoção de algumas etapas importantes. Elas devem ser seguidas para evitar investimentos desnecessários ou, até mesmo, para evitar que não haja uma adesão por parte de todos os seus funcionários.

Dessa forma, a diretora da Schneider Electric acredita que o primeiro passo seja entender quais são as prioridades, os principais desafios e o que trará mais resultados em um médio prazo.

A partir daí a especialista diz ser possível definir estratégias para melhorar a eficiência de processos internos e externos: “as estratégias podem se basear na redução dos custos - realizando manutenções remotamente sem a necessidade de altos custos de deslocamentos - ou pelo aumento da produtividade com plataformas analíticas em nuvem”.

Com tudo traçado e bem planejado, a escolha de uma solução disponível no mercado fica mais assertiva. O importante é sempre ter em mente que a tecnologia precisa entregar integração, escalabilidade e flexibilidade.

Dessa forma, quando chegar a necessidade de ganhar escalabilidade e maior competitividade, as empresas entenderão a importância de investir em automação e transformação digital, fazendo com que naturalmente elas precisem implantar indústria 4.0.

Com a transformação digital, é inevitável o ganho de eficiência, a melhor utilização dos equipamentos e uma maior segurança - tanto física por parte dos trabalhadores quanto cibernética”, salienta a diretora da Schneider Electric.

Dessa forma, fatores simples, como a manutenção preditiva de acordo com cada necessidade e o uso de inteligência artificial para um controle mais preciso e assertivo dos dados, ajudam as companhias a ganharem mais espaço no mercado e mais resiliência dentro de suas convicções.

Manter os principais sistemas e a infraestrutura em perfeitas condições tem um grande peso no que tange a indústria 4.0, e planos de longo prazo e que diminuam as perdas de produção também têm grande força nessa questão.

Por fim, a jornada de transformação digital das indústrias deve ir muito além, envolvendo as especificidades de diferentes segmentos, como CPG, sustentabilidade, cibersegurança e integração de dados.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar