A Voz da Indústria faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Mercado de Trabalho: conheça as profissões do futuro da indústria

Article-Mercado de Trabalho: conheça as profissões do futuro da indústria

As profissões do futuro da indústria.png
Conhecer as funções e habilidades demandadas pelo mercado de trabalho pode ser uma ótima oportunidade para quem está em busca de uma colocação

Com o advento e consolidação da Indústria 4.0, a inovação tecnológica está cada vez mais acelerada. Esse fato tem contribuído sobremaneira para a consolidação de novas carreiras profissionais. 

A Indústria 4.0 transformou os formatos de trabalho e criou novas frentes de atuação, atraindo novos talentos - independentemente da idade - e gerando melhores oportunidades para a indústria.

Ou seja, a existência das novas ocupações é profundamente dinâmica, pois promove redirecionamentos e ajustes finos, de acordo com a constante evolução das tecnologias e o cenário macroeconômico.

Segundo José Rodrigo Paprotzki Veloso, Supervisor de Organização e Política Educacional da Gerência de Educação do Senai-SP, a entidade prevê algumas ocupações emergentes em diversos setores industriais.

Para o Portal A Voz da Indústria, ele destacou mecânico de veículos híbridos, analistas de IoT, projetistas para tecnologias 3D, integrador de sistemas de automação, especialista em pesquisa e desenvolvimento, entre outros.

“A formação profissional no Senai, por exemplo, considera diversos elementos para seu planejamento e execução, tendo em vista o nível da formação, requisitos educacionais para cada oferta e peculiaridade de cada função em particular”, explica o especialista.

José Rodrigo ainda reitera que, em comum, todas as formações para os novos cargos dependem tanto de teoria quanto de prática. “A formação por competência está no centro do processo de aprendizagem”.

Fato é que a indústria brasileira é heterogênea em diversos aspectos, incluindo a diversidade de atuações dos setores no mercado de trabalho e as particularidades do processo produtivo.

O representante do Senai explica que “a atuação do sistema tem como objetivo elevar a discussão da formação de capital humano para a formação de profissionais inseridos nas agendas de transformação digital, descarbonização e reindustrialização”.

Portanto, conhecer as respectivas funções e habilidades demandadas pelo mercado de trabalho pode ser uma ótima oportunidade para quem está em busca de uma colocação no mercado de trabalho.

Mecânicos de veículos híbridos

A especialização para esse tipo de função no mercado de trabalho atual se dá por meio de uma Pós-Graduação em Veículos Elétricos e Híbridos. O profissional deve ser graduado em cursos como mecatrônica, mecânica, produção, etc.

Essa nova função é uma resposta aos avanços da Indústria 4.0, que sintetizou a produção dos carros elétricos. Com a evolução da respectiva tecnologia, as oficinas e indústrias devem se reinventar, uma vez que o Brasil pode ter até 62% de carros elétricos até 2035.

Analista de IoT

Para ser um analista de IoT, o profissional deve ter afinidade com matemática, processamento de dados e ainda apresentar um perfil generalista. O interessado precisa apresentar flexibilidade para entender um pouco de cada área que envolve a sua formação básica e com as quais precisará dialogar.

Os caminhos para a profissão são diversos, mas o profissional pode começar pela graduação em Engenharia Mecânica. Depois, pode investir em Ciências da Computação e em cursos técnicos como computação, informática e eletrônica.

Projetista de tecnologia 3D

Cada vez mais atual, essa função desenvolve projetos de ferramentais e dispositivos utilizados na produção, acompanhando testes de try out e a liberação. Além disso, o profissional acompanha a produção para atestar a exatidão dos resultados, seguindo os projetos iniciais desenvolvidos pela área de Engenharia.

Esse especialista é apto em criar medidas precisas, com instruções específicas para a manufatura e montagem dos bens industriais. Esse trabalho é essencial para diversos setores, entre eles o de economia, tecnologia, construção civil, automotivo e, principalmente, o industrial. Os interessados devem ter pleno conhecimento técnico em Ciências Exatas e Naturais.

Integrador de sistemas de automação

Esse cargo é fundamental para o sucesso de qualquer sistema automatizado na indústria. A principal função do integrador é garantir que todos os recursos estejam alinhados e conectados em uma central de operações, permitindo um controle ágil e simplificado. O respectivo profissional deve saber lidar com uma grande variedade de tecnologias, modelos e marcas de sistemas para entregar as melhores soluções. A demanda deste cargo cresce consideravelmente no mercado de trabalho.

Especialista em pesquisa e desenvolvimento

Responsável por lidar com projetos de pesquisa de novos produtos, esse profissional trabalha com formulações. Ele atua também para aprimorar produtos existentes por meio de novas matérias-primas e aditivos.

Esse cargo é essencial para que a indústria atenda as necessidades do mercado por novos produtos e com um maior valor agregado. A formação para esta função, normalmente, é por meio de cursos de engenharia.

Sobre o mercado de trabalho nas indústrias, confira também como funciona a capacitação de pessoas com deficiência.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar