Inovação

Internet das Coisas muda processo produtivo e perfil profissional na indústria

Com os avanços tecnológicos dos últimos anos, passa a ser cada vez mais importante que os profissionais e gestores da indústria de máquinas e equipamentos busquem atualizações para se adequarem à nova realidade do setor promovida pela chamada Internet das Coisas Industriais (IIoT), que promove a união do mundo digital com o chão de fábrica.  

Conhecida também como internet industrial, esta tecnologia faz a conexão das “coisas” – ou seja, das máquinas inteligentes – com as pessoas, em qualquer lugar e momento, permitindo a troca de informações e comandos, além do armazenamento de dados na nuvem, do diagnóstico de possíveis defeitos e da realização de autocorreções, gerando, assim, mais produtividade, decisões assertivas e eficiência operacional para diversos setores industriais, como manufatura, transporte, energia e saúde.

“Isso faz com que as pessoas que atuam na área sintam a necessidade de saber mais sobre a Manufatura Avançada, buscando especializações que possam contribuir ainda mais para o seu desenvolvimento profissional, de forma a estarem preparadas para as novas demandas do mercado de trabalho”, afirma Alexandre Watanabe, especialista em Indústria 4.0 da Fundação da CERTI.

Não à toa, muitos engenheiros estão buscando especializações nessa área para lidar com os desafios do futuro. Uma prova disso é que, em 2017, começaram a ser disponibilizados os primeiros cursos de pós-graduação para formar especialistas na área de Internet das Coisas, no Instituto Nacional de Telecomunicações (em São Paulo) e na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

A Internet das Coisas na atualidade

A tecnologia de Internet das Coisas já passou a ser implementada em diversos ecossistemas, auxiliando os negócios a resolverem desafios específicos da indústria. De forma geral, a tecnologia já é adotada, por exemplo, no setor automotivo, de energia, na assistência médica, na manufatura inteligente, no setor de transporte e até mesmo no varejo.

Para os interessados em adotá-la, a dica é acelerar o acesso às melhores práticas e ao conhecimento sobre o tema buscando o apoio de associações como a Associação Brasileira da Internet Industrial (ABII).

Quer conhecer mais tecnologias que estão revolucionando a indústria? Continue acompanhando o nosso canal de conteúdo e até a próxima!

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *