A Voz da Indústria faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Sitemap


Articles from 2020 In August


Digitalização da indústria alemã contribui para uma recuperação mais rápida pós-Covid

digitalização da indústria alemã

Em março, a produção industrial na Alemanha, incluindo as áreas de construção civil e energia, caiu mais de 9% - maior queda das últimas décadas. Os economistas esperavam um declínio médio de 7,4%.  Com esse cenário surgem algumas questões: como será a indústria a partir de agora? A recuperação acontecerá em um ritmo acelerado? A VDI, na Alemanha, juntamente com a consultoria alemã agiplan GmbH, analisou essa questão e entrevistou os tomadores de decisão de 169 empresas. O resultado foi extremamente satisfatório.

Indústria alemã utiliza a pandemia do coronavírus como oportunidade

Apesar dos efeitos financeiros desastrosos, a indústria alemã está enfrentando o Coronavírus como uma oportunidade para se posicionar de maneira muito mais eficiente, digital e à prova de crises. Essa é a conclusão obtida no estudo "Corona Restart Survey". No entanto, a gravidade da situação também é bastante enfatizada no documento. Mais de 70% das empresas que responderam a pesquisa citaram que houve perda de vendas por conta do Coronavírus. Quase 90% delas tiveram que interromper os projetos, pelo menos ocasionalmente. Metade das empresas participantes esperam que os negócios sejam reiniciados ainda este ano.

Para o presidente da Associação de Produção e Logística da VDI, na Alemanha, Jens Reichel, "com todas as perdas financeiras, para nós, é positivo que cerca de três quartos das empresas industriais alemãs esperem poder retornar ao nível anterior de negócios já em 2021".

Algumas áreas foram mais impactadas negativamente com a crise, como a automotiva e a aeroespacial, por exemplo.

Por que a indústria alemã está otimista com o futuro?

93% das empresas estão convencidas de que se adaptaram de maneira flexível à crise. A produção foi reduzida, porém não foi interrompida. Como a necessidade de produtos diminuiu de acordo com a demanda, 92% das empresas não foram afetadas por escassez de material ou perda de produção. Há também uma imagem otimista em logística. 76% dos participantes da pesquisa estão convencidos de que a sua área de logística está reagindo muito bem aos novos requisitos diários. 71% das empresas não precisaram reestruturar significativamente seus processos logísticos. As empresas que mudaram seus processos até tendem a mantê-los.

A digitalização está ganhando velocidade

Outro resultado da pesquisa Corona Restart Survey  trata sobre o ganho  de velocidade  na digitalização da produção e em logística. 78% dos entrevistados se concentram em projetos de digitalização e TI (segurança). 68% afirmam que estão dando uma prioridade ainda mais alta à digitalização devido à crise.

"Esperamos um impulso significativo para mais automação e digitalização na indústria alemã. Afinal, 30% das empresas desejam reduzir os prazos de entrega e aumentar a eficiência por meio de processos automatizados. Tornar as cadeias de suprimentos mais resilientes é outro desafio, mas ajudará as empresas alemãs a se tornarem ainda mais à prova de crises no futuro”, prevê Christian Jacobi, diretor administrativo da agiplan GmbH.

A pesquisa foi realizada entre os dias 4 e 24 de maio e contou com a participação de 169 tomadores de decisão da indústria alemã. Além das consequências da crise do Coronavírus para as empresas, também foram questionadas as perspectivas de abertura de empresas e os desafios de produção, logística, cadeia de suprimentos, organização, digitalização, comunicação e trabalho de projeto.

A pesquisa está disponível neste link.

Se você quer conferir outros estudos relacionados à Indústria 4.0 e digitalização, leia o artigo que fizemos sobre o acatech Industrie 4.0 Maturity Index, disponível na Biblioteca VDI-Brasil.

 

Guia da retomada: como aplicar a detecção da temperatura corporal na indústria?

guia da retomada na indústria - detecção de temperatura corporal

Após meses difíceis de enfrentamento à crise da COVID-19, que paralisou temporariamente a produção industrial, estamos mais estruturados para combater o problema. Isso abre a possibilidade de as indústrias voltarem às atividades.

Porém, para não correr o risco de uma contaminação em massa nestes ambientes, é essencial que cada indústria pense em uma retomada sustentada das suas atividades. Ela deve ocorrer de forma organizada e controlada, respeitando as orientações de órgãos competentes.

Para essa retomada, a triagem de pessoas em estado febril representa uma das maiores necessidades para indústrias, principalmente aquelas com grande circulação de funcionários, visto que esse é um dos sintomas de alerta de doenças potencialmente contagiosas, como é o caso da COVID-19.

Para adotar essa medida, as indústrias devem investir em tecnologias que facilitem a medição da temperatura corporal sempre que o colaborador adentra na unidade fabril. Porém, este processo deve ocorrer de forma rápida e eficaz. Mas quais tecnologias adotar para essa retomada e por que todos os cuidados nessa retomada são tão importantes?

Para responder a essas questões, produzimos este e-book. Nele, você terá dicas para auxiliar sua indústria nessa retomada, a tornando mais segura, eficiente e, principalmente, priorizando a saúde de todos os colaboradores, visitantes e seus familiares. Boa leitura!

E-book Indústria.png

Guia da retomada: como a indústria deve escolher softwares e câmeras de detecção da temperatura corporal?

Registre-se para fazer download desse recurso

Registrar-se como membro de A Voz da Industria lhe dá acesso a conteúdo premium incluindo revistas digitais, webinars, whitepapers e muito mais.

Lições da crise: o que a indústria pode aprender com momentos desafiadores?

Lições da crise para a indústria

Enquanto um cenário de crise atinge o mundo e todos os segmentos da indústria, o Brasil enfrenta uma onda de novos desafios. O setor industrial foi, e continua sendo, um dos maiores afetados pela atual crise.

Mas, ao que tudo indica, o ponto mais crítico para a indústria nacional ficou para trás em meados de abril, com a gradativa reativação das linhas de produção em diversas regiões do país. Assim, a pergunta que todo gestor industrial deve fazer para seu negócio é: como cada indústria pode superar um dos momentos mais desafiadores da atual geração?

As respostas podem vir de aprendizados anteriores, e se basear nas soluções implementadas em outras crises, tal qual a crise de 2008, que gerou lições para a indústria na atualidade. Assim, para discutir lições da crise para o setor, conversamos com alguns gestores de grandes indústrias e pesquisadores da área econômica para debater como é possível enfrentar essa turbulência e se adaptar a uma nova realidade.

Faça o download gratuito clicando no botão abaixo! 

 

Registre-se para fazer download desse recurso

Registrar-se como membro de A Voz da Industria lhe dá acesso a conteúdo premium incluindo revistas digitais, webinars, whitepapers e muito mais.

Painéis elétricos industriais: benefícios e aplicações

painéis elétricos industriais

Os painéis elétricos industriais são equipamentos amplamente utilizados por indústrias, independentemente do porte. Porém, estes devem apresentar capacidade técnica de alto padrão em segurança e em qualidade, permitindo que a energia elétrica seja melhor utilizada por toda a indústria.

Também conhecidos como painéis de correção de potência ou banco de capacitores, bons painéis elétricos industriais são de grande valia para garantir a segurança da produção e otimizar o consumo, podendo reduzir em até 50% os gastos com energia elétrica. Veja quais são os principais painéis que as indústrias podem utilizar, conheça seus benefícios e suas principais aplicações.

O que são painéis elétricos industriais?

Todo painel elétrico é um equipamento que recebe e distribui a energia elétrica para toda a Indústria. “A função central desse equipamento é proteger a instalação elétrica através de dispositivos especiais, evitando acidentes como sobrecarga, sobretensão e incêndios”, diz Fábio Amaral, sócio diretor da Engerey Painéis Elétricos. Amaral explica que este equipamento também é utilizado para controlar cargas elétricas nas indústrias.

Dessa forma, os painéis elétricos industriais são equipamentos aplicados para garantir maior automatização de todo o processo industrial. Além disso, os softwares utilizados não podem permitir falhas no sistema, pois isso levaria à paralisação dos processos de trabalho na indústria, ocasionando eventuais prejuízos.

Tipos e aplicações dos painéis elétricos industriais

Para uso industrial, há vários tipos e modelos de painéis elétricos industriais que atendem às diferentes necessidades dentro de cada projeto industrial. Mas, mesmo com tantas diferenças, todos os painéis devem seguir as principais normas técnicas e regulamentações de segurança do segmento.

Neste sentido, Fábio Amaral ressalta que os painéis elétricos destinados às indústrias, geralmente, são usados para:

  • Distribuição;
  • Acionamento de motores;
  • Bancos de Capacitores.

Quadros de distribuição

Os Quadros de Distribuição são equipamentos destinados a receber e distribuir energia elétrica a uma edificação e, também, à proteção de circuitos elétricos contra sobrecargas e curtos. “Esta proteção é feita por meio de disjuntores, com a inclusão de DRs e DPS”, complementa Amaral.

Painéis elétricos para acionamento de motores

Já os painéis elétricos industriais para o Acionamento de Motores, também chamados de Centro de Comando de Motores (CCM), podem ser convencionais ou inteligentes. O CCM Convencional é um painel elétrico em que ficam alocados os dispositivos de proteção e acionamento dos motores de máquinas e equipamentos em uma indústria. “Eles possibilitam o seccionamento e a manobra de cargas e garantem a proteção dos motores”, diz o sócio da Engerey.

Além disso, Amaral explica que o quadro corretamente dimensionado e executado é essencial para a segurança do operador de máquinas, pois os comandos ficam centralizados em um painel e com as proteções necessárias. O CCM Inteligente, por sua vez, possui todas as características do painel convencional, e ainda é conectado a uma rede de comunicação, o que permite o controle das cargas à distância (de modo online).

Para isso, esse tipo de painel elétrico utiliza partidas integradas inteligentes, inversores de frequência, soft starters com comunicação, controladores programáveis que interagem com uma série de parâmetros, sensores ou medidores digitais de grandezas elétricas. “Assim, este quadro elétrico gera completos diagnósticos que localizam com precisão os problemas na produção de modo que se possa saber onde e como interferir, eliminando desligamentos desnecessários”, completa Amaral.

Banco de Capacitores

Por fim, os Bancos de Capacitores são painéis elétricos industriais destinados à correção do Fator de Potência. “O Fator de Potência é a relação entre as três potências existentes: reativa (kVAr), aparente (kVA) e a ativa (kW), que nada mais são do que denominações para as diferentes maneiras com que os equipamentos utilizam a energia elétrica”, explica Fábio Amaral.

Os Bancos de Capacitores são painéis elétricos que controlam as oscilações de potência dos equipamentos. Eles podem ser instalados por grupos de cargas, ou seja, em um setor com diversas máquinas para correção de fator de potência coletivo, ou de modo localizado junto ao equipamento a ser corrigido.

A instalação destes produtos pode levar à uma economia de até 50% nas contas de energia.

Benefícios destes equipamentos para o setor industrial

Dentre outras consequências, as mais comuns da ausência de bons painéis elétricos industriais são a geração de multas pela concessionária e o acréscimo indesejado na conta de energia. “Estes problemas são reflexo do mal aproveitamento da energia elétrica, que na maioria das vezes tem como origem o uso de um baixo fator de potência pelas cargas. É necessário então corrigi-lo, dimensionando e utilizando corretamente os equipamentos, ou instalando Bancos de Capacitores”, salienta o sócio diretor da Engerey Painéis Elétricos. “Os Bancos de Capacitores, por exemplo, levam à Indústria a alcançar a Eficiência Energética. Já os de Acionamento de Motores levam proteção, automação e praticidade no controle de máquinas”, conclui.

Por fim, os painéis elétricos industriais de distribuição são extremamente seguros, garantindo a distribuição com proteção da energia nas plantas industriais.